Casa Pia: Lelo ganha calo a defender e precavê o futuro
Lateral-esquerdo dos casapianos foi sempre dos mais inconformados da sua equipa. (Foto: Maciej Rogowski/Imago)

Casa Pia: Lelo ganha calo a defender e precavê o futuro

NACIONAL04.12.202316:23

Ala esquerdo tem vindo a aprimorar comportamentos defensivos, o que poderá facilitar uma eventual transição dos gansos para uma linha recuada com quatro elementos, ao invés dos atuais três centrais

Face ao triunfo alcançado pelo Casa Pia sobre o Portimonense, este sábado, está consumada a primeira vitória de Pedro Moreira como treinador dos gansos e também o primeiro êxito dos lisboetas a jogar em casa na presente edição da Liga. Na verdade, a grande prioridade estipulada pelo treinador, que nas próximas semanas procurará dar continuidade a este bom resultado com uma sequência de vitórias e com um cunho mais pessoal.

Pedro Moreira tem procurado inserir paulatinamente as suas filosofias e as primeiras, apurou A BOLA, estão relacionadas com Leonardo Lelo, dono da ala esquerda nas últimas duas épocas e desde que chegou ao emblema de Pina Manique – ante os algarvios, que curiosamente até já representou em 20/21, o esquerdino cumpriu o 88.º jogo oficial ao serviço do Casa Pia -…e promete não ficar por aqui.

Lelo recebia toda a confiança por parte do anterior treinador, Filipe Martins, e tudo parece estar a repetir-se com o seu sucessor, que pretenderá levar o internacional sub-21 por Portugal até ao próximo nível e nele continuará a apostar nas próximas semanas, nomeadamente a deslocação ao Estádio do Dragão, para defrontar o FC Porto já no próximo sábado.

A ideia de Pedro Moreira para com Lelo passará, numa primeira fase, por reforçar a sua consistência a defender de forma a torná-lo um lateral mais completo e não somente um ala esquerdo de cariz ofensivo, como é reconhecido no panorama nacional. Assim, já pôde denotar-se uma maior atenção da parte do jogador às tarefas defensivas, procurando não afetar a sua apetência para subir pelo flanco.

O embate contra o Portimonense não proporcionou a melhor noite de espetáculo de futebol, é certo, mas Lelo emprestou solidez no seu flanco antes de qualquer aventura ofensiva, o que poderá ajudá-lo num futuro próximo, no qual se acredita que a equipa técnica começar a ensaiar uma mudança de sistema tático e implementá-lo em competição nas próximas semanas, com particular influência na linha defensiva.

Apesar de Pedro Moreira ter afirmado na primeira conferência de imprensa que concedeu, logo na sua chegada, que já trabalhou com todos os sistemas táticos e não via problema em apresentar o 3x4x3 que desde há várias épocas está implementado no clube lisboeta, o seu passado ao serviço do Torreense e inclusivamente como adjunto de Paulo Fonseca em vários emblemas nacionais e internacionais apontam a que uma linha de quatro venha a ganhar forma.

Quando – e se – tal vier acontecer, Lelo será a primeira opção para o posto de lateral esquerdo, adquirindo competências a defender para juntar às armas que já detém a atacar…e até poderá sair beneficiado a nível de mercado. Já cobiçado tanto em Portugal como além-fronteiras, o esquerdino de anos poderá subir a sua cotação junto de emblemas que sigam como modelo esquemas táticos como o 4x3x3 ou o 4x4x2, abrindo assim o seu leque de possibilidades.