Boavista-Arouca: segundo 'round', agora para a Liga
Arouquenses eliminaram axadrezados na 4.ª eliminatória da Taça de Portugal (Foto: IMAGO)

Antevisão Boavista-Arouca: segundo 'round', agora para a Liga

NACIONAL03.12.202308:40

Panteras querem vingar-se da eliminação da Taça de Portugal diante dos arouquenses, desta vez jogando no Estádio do Bessa; razia no plantel axadrezado «não é desculpa» para Petit; Daniel Sousa sublinha «o nível altíssimo» da «capacidade de trabalho» dos jogadores

Boavista e Arouca defrontam-se este domingo, a partir das 20.30 horas. Depois do duelo de há sete dias, a contar para a Taça de Portugal, os dois emblemas medem forças novamente, desta vez para a 12.ª jornada da Liga.

Numa série negativa para o campeonato, onde não vencem desde a 5.ª ronda, as panteras pretendem regressar aos triunfos frente a um adversário que ocupa o último lugar na tabela.

Já os pupilos de Daniel Sousa, que não conhecem o sabor da vitória na Liga desde a jornada inaugural, procuram aproximar-se dos rivais diretos na luta pela manutenção: Casa Pia, Chaves, Rio Ave, Vizela e Estoril.

No último domingo, os dois conjuntos defrontaram-se no Estádio Municipal de Arouca, e a vitória sorriu aos homens da casa, após desempate por grandes penalidades (4-3 depois do 2-2 em 120 minutos).

No histórico de confrontos entre os dois emblemas, os boavisteiros levam vantagem, com cinco triunfos em 11 jogos e apenas dois desaires. No Bessa, o domínio é ainda mais avassalador para os axadrezados, que nunca perderam em casa diante do Arouca.

Boavista

Sistema: 4x2x3x1

Onze provável: João Gonçalves; Pedro Malheiro, Chidozie, Bruno Onyemaechi, Filipe Ferreira; Seba Pérez, Gaius Makouta; Bruno Lourenço, Tiago Morais, Salvador Agra; Robert Bozenik.

Treinador: Petit

Lesionados: Luís Santos; Miguel Reisinho; Augusto Dabó; César Dutra e Vincent Sasso.

Em dúvida: Martim Tavares; Salvador Agra; Robert Bozenik e Rodrigo Abascal.

Figura: Robert Bozenik. O avançado eslovaco é o principal protagonista do ataque axadrezado, com oito golos e duas assistências esta temporada. Em dúvida para este encontro, depois de ter saído do duelo em Arouca com queixas, as panteras esperam ter o jogador de 24 anos ao seu dispor no Bessa. O ponta-de-lança foi, na passada sexta-feira, distinguido com o prémio de Melhor Jogador do mês de novembro para os adeptos do Boavista.

Bozeník é o melhor marcador das panteras. Foto: IMAGO

O que disse Petit na antevisão: «Não vou abrir muito o jogo. Vou meter o Daniel (Sousa) a pensar, porque temos algumas ausências e tivemos de fazer muitas mudanças no jogo da Taça de Portugal. Temos alguns jogadores que podem estar, podem não estar. Temos ainda um treino amanhã, e, como digo, um dia faz alguma diferença. Vamos ver a resposta que vão dar e meter o melhor onze para dar uma vitória aos nossos adeptos».

Petit: «Vamos dar uma boa resposta»

2 dezembro 2023, 14:24

Petit: «Vamos dar uma boa resposta»

Treinador do Boavista sublinha que a equipa «quer muito voltar às vitórias» após a eliminação da Taça de Portugal; cinco elementos do plantel vão falhar o duelo com o Arouca, por lesão, e outros quatro estão em dúvida

Arouca

Sistema: 4x3x3

Onze provável: Arruabarrena; Tiago Esgaio, Javi Montero, Nino Galovic, Milovanov; Eboué Kouassi, David Simão, Morlaye Sylla; Jason, Rafa Mújica, Cristo González.

Treinador: Daniel Sousa

Lesionados: Pedro Moreira e Mateus Quaresma

Em dúvida: Weverson Costa

Figura: Cristo González. A dupla espanhola formada por Cristo e Rafa Mújica tem sido preponderante na manobra ofensiva dos arouquenses. Juntos, os dois avançados somam 12 golos e três assistências. Na última partida, foi o jogador que passou pelo Real Madrid a brilhar no ataque: inaugurou o marcador diante do Boavista para a Taça de Portugal.

Cristo soma seis golos e duas assistências esta época (Foto: IMAGO)

O que disse Daniel Sousa na antevisão: «A capacidade de trabalho e de resposta dos jogadores nestas três semanas de trabalho tem estado num nível altíssimo. As vitórias trazem sempre ânimo. Um jogo só faz sentido se for para ganhar. Precisamos de fazer pontos, estamos numa posição difícil, no último lugar, e queremos encurtar distâncias o mais rápido possível. Mas o campeonato ainda é longo e não é um jogo que vá ditar o que quer que seja».