Bis de Edson Farias coloca Aves SAD na liderança provisória da Liga 2
Depois de duas derrotas, o Aves SAD é o novo líder da Liga 2. Foto: Aves SAD

Bis de Edson Farias coloca Aves SAD na liderança provisória da Liga 2

NACIONAL20.01.202416:28

Extremo brasileiro estreou-se a marcar na prova esta época e logo com dois golos

No Restelo, quem foi mais feliz foi o Aves SAD, que venceu o Belenenses, por 3-1, e é o líder provisório da Liga 2, uma vez que o Santa Clara só joga no domingo, em casa do Torreense.

Entrada a todo o gás por parte do conjunto da Vila das Aves, que mostrou ao que vinha logo no minuto 2, quando o goleador Nenê colocou a turma do Belenenses em sentido e, com um remate cruzado, obrigou Guilherme Oliveira a uma excelente defesa. 

A turma do Restelo não terá entendido o recado deixado e o Aves SAD colocou-se em vantagem no marcador, cinco minutos depois. Edson Farias, aproveitou o espaço concedido pelos adversários, e fez um cruzamento/remate que só terminou com a bola dentro da baliza. 

Com o conjunto forasteiro instalado no seu meio-campo, o Belenenses aproveitou a única brecha deixada e, num contra-ataque, restabeleceu o empate no jogo. Após passe de Chapi, Pedro Carvalho aproveitou um corredor direito livre de trânsito e, aos 27, rematou rasteiro para o 1-1.  

Na resposta ao golo dos azuis do Restelo, Jonatan Lucca, aos 35 minutos, rematou de primeira e obrigou Guilherme Oliveira a uma defesa complicada, no último lance de perigo antes da ida para os balneários. 

Para os segundos 45 minutos, o Aves SAD trouxe para campo o futebol que tinha mostrado até à meia-hora e voltou a colocar-se em vantagem no marcador. Na sequência de um canto, o guardião do Belenenses aliviou mal a bola e Nenê fez, de cabeça, o 2-1, ao minuto 47. 

Como nem tudo podia correr bem a Nenê, o avançado de 40 anos acabaria por falhar uma grande penalidade aos 51 minutos. Após queda de Benny na área sob falta de Chapi, o jogador brasileiro rematou ao poste e acabou por falhar a recarga. 

Aos 63 minutos, Edson Farias quis reforçar que este seria o seu jogo e ampliou o resultado para 3-1. Cruzamento de Vasco Lopes da direita e Edson Farias, no meio da defesa do Belenenses, cabeceou para o bis.

Mesmo com o terceiro golo do Aves SAD, os comandados de Vasco Faísca não baixaram os braços e tiveram duas grandes oportunidades para reduzir o marcador. A primeira iniciou-se com um remate de Pedro Carvalho tinta à trave da baliza de Pedro Trigueira, aos 68, com a recarga de Renato Matos a ir direta ao poste. Na segunda, o mesmo Renato Matos acabaria por obrigar Trigueira a uma defesa espetacular, ao minuto 76.