Arsenal disposto a bater cláusula de Joelson

Sporting 18-07-2020 08:52
Por Rui Baioneta

OsS indicadores são claros: é cada vez mais forte a possibilidade de Joelson Fernandes, extremo do Sporting de apenas 17 anos, emigrar no final desta época e, neste momento, surgem três países como destino possível, face ao interesse de Arsenal (Inglaterra), Barcelona (Espanha) e Juventus (Itália), último clube a juntar-se ao lote de interessados no jogador.

Mas vamos por partes. Neste momento, dos três clubes em causa, é o Arsenal aquele que demonstrou um interesse mais efetivo, estando o emblema londrino na iminência de avançar com uma proposta de €45 milhões, valor da atual cláusula de rescisão do jovem extremo. O processo está a ser acompanhado de perto pelo pai do jogador, Eusébio Mango Fernandes, mas também pelo seu empresário, o iraniano Kia Joorabchian, cuja empresa tem sede em Londres e mantém relação privilegiada com os gunners.

A oferta está iminente e, a acontecer, deixa o Sporting sem qualquer margem de manobra, uma vez que esse é o valor da cláusula no contrato que está em vigor e que expira em junho de 2022.

Também a ter em conta está o interesse do Barcelona. Há já algum tempo que o nome de Joelson Fernandes está referenciado no poderoso emblema catalão, cujo interesse se terá acentuado após a resposta do jovem extremo naquele que foi, até agora, o desafio mais difícil na sua curta carreira, quando foi chamado ao jogo diante do FC Porto, em pleno Estádio do Dragão, e deu resposta de adulto. Apenas 12 minutos em campo - entrou aos 78’ para o lugar de Jovane... - serviram para Joelson mostrar um pouco do seu talento e para ser considerado por A BOLA o melhor jogador do Sporting nessa partida.

Os catalães estão, por isso, um passo à frente da Juventus, último clube a manifestar interesse na contratação do jovem leão. Ao que A BOLA apurou, um grupo de empresários transalpinos, em representação do emblema com sede em Turim, já se terá movimentado no sentido de apurar quais as condições para contratar Joelson Fernandes. E os €45 milhões em vigor no atual contrato não justificaram cara feia por parte dos italianos. As cartas estão lançadas, os próximos dias vão ser decisivos.
 

Leia mais na edição digital ou na edição impressa de A BOLA.

 

 

Ler Mais
Comentários (61)

Últimas Notícias

Mundos