Sporting vence FC Porto com golo no último segundo e defronta Benfica
O Sporting continua imparável no campeonato de andebol (FPA)

Sporting vence FC Porto com golo no último segundo e defronta Benfica

ANDEBOL16.12.202319:02

Martim Costa marcou o último golo do jogo

Onde é que isto já se viu?

O Sporting venceu o FC Porto por 35-34, com Martim Costa a marcar no último segundo e vai defrontar o Benfica no final da Supertaça. 

Onde é que isto já se viu?!

À semelhança do que tinha acontecido no primeiro confronto entre as duas equipas esta época, foi Martim Costa, ex-FC Porto, a marcar o golo decisivo.

Onde é que isto já se viu?!!

Pela sétima vez nos últimos oito jogos entre leões e dragões, o vencedor foi decidido por apenas um golo de diferença. E o outro terminou em empate.

Sporting e FC Porto mostraram o porquê de este jogo ser considerado a final antecipada da Supertaça, proporcionaram mais um incrível e intenso jogo de andebol, que sorriu aos leões, mas que só pode ter deixado felizes todos os amantes da modalidade.

Chama do dragão durou 20 minutos

Mais experiente, a equipa de Carlos Resende entrou melhor no jogo. Os dragões lideraram o marcador ininterruptamente até aos 20 minutos, com Pedro Valdés a ser o principal responsável em termos ofensivos, com cinco golos, e Rêma a mostrar-se bem na baliza, com uma mão cheia de defesas.

Mas do outro lado estava um jogador que não é por acaso que é considerado um dos jogadores mais promissores do mundo. Apesar dos 18 anos, foi Kiko Costa quem carregou o Sporting para a reação, com oito golos em 11, ele que chegou ao intervalo com uma dezena de golos.

Curiosamente, até foi quando os golos passaram a ser mais divididos que o Sporting passou de correr atrás do resultado para disparar para os três golos de diferença que se registavam ao intervalo (19-16). 

Ainda assim, a segunda parte começou com Carlos Resende a apostar numa marcação individual a Kiko Costa. Então, o Sporting virou-se para o irmão. E Martim também não desiludiu. Com pouco mais de três minutos jogados no segundo tempo, os leões já tinham dobrado a vantagem (22-16).

Valeu então aos dragões o líder: Rui Silva. O central, que até prefere fazer jogar e assistir do que assumir ele a autoria dos golos, marcou quatro golos seguidos e indicou o caminho da reação aos companheiros.

Rui Silva liderou a reação portista frente ao Sporting (FPA)

Mesmo com os leões a parecerem ter sempre o jogo controlado, a 10 minutos do final, a vantagem leonina era de três golos e, como já se sabe nestes Clássicos, isso não vale de muito. Prova disso é que a dois minutos do fim, o FC Porto chegou mesmo ao empate, uma vez mais por Rui Silva (7 golos).

Onde é que isto já se viu, não é?

Pois bem, Martim Costa devolveu os leões à liderança, Daymaro Salina empatou tudo a 12 segundos do fim e depois… bem, depois foi alma, coração e alguma sorte de leão.

Ricardo Costa preparou o último ataque num time-out, Martim Costa assumiu o último remate que até parecia que ia ser travado por Mitrevski, mas a bola ressaltou-lhe do braço para a perna e acabou no fundo da baliza, soltando a euforia verde e branca. 

Segue-se o dérbi, no qual os leões vão tentar impedir o Benfica de revalidar o título conquistado na época passada e voltar a ganhar a Supertaça, algo que não conseguem há 10 anos. 

ACABOU! MARTIM COSTA MARCA NO ÚLTIMO SEGUNDO!

SPORTING NA FINAL DA SUPERTAÇA! O lateral dos leões remata em esforço, Mitrevski defende com o braço, mas a bola bate-lhe no pé e entra na baliza. QUE EMOÇÃO!

59' - Ricardo Costa pede time-out com o jogo empatado 34-34 e 12 segundos para jogar...

59' - Salina empata o jogo a 12 segundos do fim!

58' - Martim Costa! São já oito os golos do jogador de 21 anos que devolve o Sporting à liderança. 34-33 e time-out para o FC Porto.

58'- À segunda, Rui Silva não perdoa! O central portista chega aos sete golos e o jogo ESTÁ EMPATADO A DOIS MINUTOS DO FIM! 33-33!

55'- Enorme Edy Silva! O FC Porto tinha bola para empatar, mas o pivô brasileiro faz um bloco ao remate de Rui Silva. 33-32 para o Sporting.

54'- Mikkelsen aparece no jogo, marca três  golos consecutivos e mantém o FC Porto na luta pelo resultado. 33-32 e um golo a separar as duas equipas a pouco mais de cinco minutos do final. 

51'- FC Porto a dois! 31-29 ainda com os leões na frente.

50'- A 10 minutos do final são três os golos que separam as duas equipas, com o Sporting a vencer por 31-28.

44' - FC Porto arrisca com menos um jogador e o Sporting volta a uma vantagem de cinco golos (29-24).

43' - Kiko Costa marca o primeiro golo na segunda parte, numa combinação aérea com o irmão. 27-24 para o Sporting.

42'- António Areia reduz para dois golos de diferença (26-24) e Ricardo Costa pede time-out.

40'- Outra vez Rui Silva! É o sexto golo do capitão da seleção nacional e o FC Porto reduz para três golos de diferença (26-23).

39'- Com Kiko marcado em cima, é o irmão Martim Costa quem assume. São três golos seguidos do lateral esquerdo a manter o Sporting na frente, agora por 26-21.

36' - E vão quatro seguidos de Rui Silva! É o central que vai mantendo o FC Porto na luta. 24-20 para o Sporting.

35' - Depois da primeira parte irrepreensível, Kiko Costa falha dois remates consecutivos.

35'- Rui Silva assume a responsabilidade e marca três golos consecutivos! FC Porto reduz para 23-19. 

33' - Mesmo em vantagem numérica, o FC Porto não consegue marcar e ainda sofre dois. Seis golos de vantagem para o Sporting: 22-16.

31'- FC Porto avança com marcação individual a Kiko Costa. Depois dos 10 golos marcados na primeira parte, Carlos Resende coloca Leonel Fernandes em cima do jovem lateral dos leões. Ainda assim, o irmão, Martim Costa, marcou e dá nova vantagem ao Sporting (20-16).

RECOMEÇA A PARTIDA.

INTERVALO! SPORTING NA FRENTE!

Leões vão para o descanso a vencer por 19-16 depois de terem estado durante a maior parte do tempo atrás no marcador. Kiko Costa está a fazer um jogo incrível e tem mais de metade dos golos da equipa, um total de 10!

29' - Diocou acaba com a seca do FC Porto, depois de o Sporting ter chegado a uma diferença de quatro: 19-16.

26'- E agora são três! Os leões conseguem a maior diferença do encontro, com Kiko Costa a fazer o seu décimo (!!) golo: 18-15 para os leões.

26'- Sporting está melhor no jogo e Salvador Salvador consegue a primeira vantagem de dois golos no jogo: 17-15.

24'- Kiko Costa está imparável! Outra vez dos sete metros a apontar o 14-13 para os leões.

21'- O Sporting aproveita a vantagem numérica e chega à primeira vantagem no jogo. Cissokho marca de baliza aberta, em contra-ataque: 13-12 para os leões.

19' - Sporting chega ao empate pela primeira vez desde o início do jogo. Gurri aponta o 11-11.

17' - Kiko Costa chega aos sete golos, agora num livre de sete metros que permite aos leões reduzirem para 11-10.

14' - Ricardo Costa muda a defesa para tentar travar o ataque do FC Porto, passando de 6x0 para 5x1 de forma a tentar condicionar a organização ofensiva dos dragões, a cargo do cérebro Rui Silva. Os portistas, porém, chegam aos 10-8.

12' - Do lado dod FC Porto o destaque é Pedro Valdés que chega aos quatro golos e faz o 9-7 para os dragões.

10'- Kiko Costa aponta o quinto golo no jogo e o Sporting reduz para 7-6.

8'- Enorme defesa de Diogo Rêma a negar um golo a Orkelsson aos seis metros. FC Porto na frente por 6-4.

4' - Para o Sporting só dá Kiko Costa! O jovem lateral marcou os primeiros três golos dos leões, que continuam a perder (4-3).

2' - Kiko Costa faz o primeiro para o Sporting e reduz para 2-1, depois de dois golos de Valdés.

1' - Pedro Valdés marca o primeiro golo e dá vantagem ao FC Porto.

COMEÇA O CLÁSSICO!

FC Porto sai com a bola.

Sporting ou FC Porto. Só um deles vai estar na final da Supertaça de andebol, neste domingo, para defrontar o Benfica.

Depois de as águias terem vencido o Marítimo na primeira meia-final, leões e dragões vão lutar pela segunda vaga, a partir das 17h30.

Frente a frente, o FC Porto, campeão nacional, e o vencedor da Taça, o Sporting. Este ano, a equipa de Ricardo Costa está imbatível e lidera o campeonato, tendo imposto a única derrota ao conjunto orientado por Carlos Resende.

O equilíbrio tem sido nota dominante dos jogos entre as duas equipas. Nos últimos sete confrontos, seis foram resolvidos por um golo de diferença... e o outro deu empate.