«Man.United é uma equipa de preguiçosos... e Bruno Fernandes estraga a estrutura da equipa»
Bruno Fernandes (Imago)

«Man.United é uma equipa de preguiçosos... e Bruno Fernandes estraga a estrutura da equipa»

INTERNACIONAL03.12.202311:09

Paul Scholes pede esclarecimentos sobre papel do português em campo pelo Manchester United

Paul Scholes lançou várias críticas ao Manchester United após a derrota por 0-1 frente ao Newcastle

O antigo jogador do clube disse que ficou «dececionado» com a exibição do United em St James' Park, mais um exemplo da falta de consistência que deixa a equipa na  sétima posição  da Premier League, com oito vitórias e seis derrotas em 14 jogos.

Scholes classificou, em declarações à Premier League Productions, o desempenho do United como «uma porcaria» e acrescentou que «há muitos jogadores preguiçosos» no clube, fazendo ainda mira a dois: Marcus Rashford e Bruno Fernandes.

«Os resultados positivos que obtiveram recentemente foram enganadores. Há muitos jogadores preguiçosos da equipa e não se consegue escapar com isso», acrescentou.

Rashford pareceu ficar zangado ao ser substituído por Antony aos 61 minutos. «Ele ficou surpreendido porquê? Não entendo. Pensou que ainda ia fazer mais o quê em campo? Estava a causar mais danos do que a ajudar. Ele foi brilhante no ano passado e é um dos jogadores mais experientes, mas não é bom quando se comporta assim. Ele é um jogador que os colegas admiram. Mainoo olha para ele, Garnacho também», disse.

Sobraram então ainda críticas para Bruno Fernandes, dizendo que a falta de posição definida está a atrapalhar a equipa. «Bruno é outro. Olhem, ele tem uma habilidade fantástica, pode marcar e criar golos, mas eu adoraria estar no balneário antes do jogo e ver o que o treinador lhe pede para fazer. Em que posição? Eu vejo-o como um número 10, é a sua melhor posição, pois pode fazer um passe e marcar. Onde estava neste jogo? Nunca esteve nessa posição. Umas vezes pela esquerda, outras pela direita, por vezes o jogador mais recuado do United a receber a bola do guarda-redes. Tem de ser mais disciplinado», questionou.

Scholes foi questionado sobre se, sendo o capitão, não sentiria uma necessidade de estar em vários locais para ajudar os colegas, dando corpo à responsabilidade da braçadeira. «Talvez… mas por vezes pode-se andar a fazer de mais e ele anda a dar cabo da estrututura da equipa. Acho que isso não é saudável para a equipa. Perturba a formação e perturba a forma de jogar. Olhem o Newcastle: cada jogador sabia onde o colega estava, percebem?»