Álvaro Pacheco: «Jamor? É um sonho que tenho desde criança»
Álvaro Pacheco fez a antevisão à receção ao FC Porto (FOTO: Vitória SC)

Álvaro Pacheco: «Jamor? É um sonho que tenho desde criança»

NACIONAL02.04.202417:41

Álvaro Pacheco acredita que vai chegar à final da Taça de Portugal esta época; recusa a ideia de que vai enfrentar um FC Porto fragilizado; técnico confirma regresso de Bruno Varela ao onze.

O Vitória de Guimarães mede, esta quarta-feira (20.15 horas), forças com o FC Porto, em casa, na 1.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal e Álvaro Pacheco não esconde o entusiasmado de estar tão perto da final.

«Já me imaginei lá muitas vezes. É um sonho que tenho desde criança. Acredito que vou lá chegar e que será esta época», confessou o técnico, em declarações difundidas pelo clube.

O treinador, de 52 anos, deu a sua perspetiva pessoal, mas também deixou um apelo para a partida no Estádio D. Afonso Henriques.

«Jogando em nossa casa, acredito que teremos uma atmosfera fantástica, queremos dar um passo já amanhã [quarta-feira], conseguindo uma vantagem na eliminatória. Teremos de jogar com grande controlo emocional, percebendo que se essa vantagem não se verificar teremos uma segunda mão para discutir. Até lá, a nossa intenção é muito clara: queremos alcançar uma vantagem na eliminatória.»

Apesar da derrota dos azuis e brancos na última ronda da Liga, Álvaro Pacheco recusa a ideia de que vai enfrentar um adversário combalido e aponta antes para o bom momento da sua equipa.

«Não sinto que o FC Porto chegue fragilizado a este jogo. Da nossa parte, reconheço que estamos numa senda positiva. A equipa está a crescer. Vimos de quatro vitórias em quatro jogos muito difíceis. A equipa tem evidenciado, de jogo para jogo, uma evolução, uma capacidade e uma maturidade muito grandes para saber lidar com as adversidades. Vamos entrar em campo com confiança, com vontade, determinação e ambição e a acalentar o sonho de chegar à final», esclareceu o técnico que ainda frisou que o V. Guimarães tem muita vontade em marcar presença no Jamor.

«Claro que o FC Porto, não estando matematicamente de fora da luta pelo título, mas sabendo que é difícil, talvez veja esta competição de forma diferente e talvez lhe dê primazia. No entanto, nós também damos primazia a esta prova, também queremos muito chegar à final. A verdade é que se vão encontrar duas equipas que querem muito chegar à final e, por isso, vão ser dois grandes jogos.»

Em relação à equipa que vai colocar em campo, Álvaro Pacheco revelou uma posição, com o regresso do guarda-redes Bruno Varela ao onze.

«Vai jogar e será o capitão da equipa [risos]. O nosso capitão vai regressar e não é por ter pena dele. Vai regressar por causa do seu trabalho e por aquilo que representa no grupo e na cidade.»