Polémica no Europeu: Suécia protesta meia-final pelo golo que deu prolongamento

Polémica no Europeu: Suécia protesta meia-final pelo golo que deu prolongamento

ANDEBOL26.01.202421:48

Campeã europeia defende que golo de Prandi foi ilegal

A Suécia protestou o jogo da meia-final do Europeu, que perdeu para a França por 34-30, após prolongamento.

A informação foi divulgada pela Federação Europeia de Andebol (EHF), que prometeu uma decisão o mais brevemente possível.

A justificar o protesto dos suecos está o golo apontado por Prandi já depois de concluídos os 60 minutos de jogo, na conversão de livre de nove metros. A regra diz que o jogador que marca a falta tem de ter o pé em contacto com o solo até ao momento em que solta a bola e a federação sueca defende que o jogador francês levantou o pé para marcar o golo que se revelou decisivo.

Em imagem corrida não é possível ter a certeza se a decisão de validar o golo foi acertada, mas os árbitros poderiam ter recorrido ao video-replay e não o fizeram.