Estrela da Amadora: Perante as ausências, Sérgio Vieira aposta na «competência»
Sérgio Vieira concentrado no decorrer de um jogo do Estrela da Amadora pela Liga de futebol. Foto: Avant Sports/Imago.

Estrela da Amadora: Perante as ausências, Sérgio Vieira aposta na «competência»

NACIONAL09.12.202315:27

Treinador dos tricolores realçou o trabalho meritório que o seu plantel tem realizado num momento particularmente adverso em função das muitas lesões que o tem afetado; espera um Boavista aguerrido, em busca de melhores resultados

As últimas semanas de preparação do Estrela da Amadora têm sido marcadas por um menor contingente de atletas à disposição de Sérgio Vieira e, por vezes, a arte e improviso por parte deste para escolher o onze mais habilitado para os encontros pela Liga – e também pela Taça de Portugal, pela qual há duas semanas defrontou o Vizela (derrota por 2-1, após prolongamento). Tempo difíceis, mas que não abrandaram a ambição do técnico em conseguir pontos e vitórias.

Na conferência de antevisão à receção ao Boavista, marcada para as 15h30 deste domingo, Sérgio Vieira explicou que foi a sua perspetiva sobre a dificuldade inerente ao trabalho realizado pelos tricolores numa situação adversa que levou a que tivesse transmitido alguma desilusão pelo facto de, com todas as condicionantes, a equipa não ter conquistado os três pontos em disputa na deslocação ao reduto do Rio Ave como entende que esta merecia pela sua entrega e compromisso.

O técnico do Estrela realçou a capacidade do seu plantel em lutar contra as adversidades, assinalando o peso das dez ausências com que os amadorenses se têm debatido e o que representaria tal limitação para qualquer equipa da Liga para enfatizar o trabalho difícil que tem vindo a ser realizado. 

«Temos de ter, acima de tudo, competência e esta é fruto de muita coisa: da experiência, das vivências, dos conhecimentos teórico e prático, a personalidade, a qualidade perante estas situações todas. Sabemos que esta é a etapa em que o clube está», constata, com realismo.

Sérgio Vieira assinalou que também o adversário para esta jornada, atravessa um momento semelhante que tem também condicionado os seus resultados desportivos, esperando por isso uma interessante disputa perante uma pantera aguerrida, que tudo fará para por termo à já longa sequência de jogos sem vencer para a Liga, que já se estende a quase três meses. Sérgio Vieira não crê, até por isso, numa tarde facilitada nem tão-pouco num adversário frágil, mostrando-se ciente de que o Boavista tudo fará para regressar aos resultados positivos.

«Qualquer equipa que não tem aquilo que gostaria de ter, tende com o tempo a reagir para tentar lutar para reverter a sua situação e o Boavista, até por aquilo a que nos habituou esta temporada, a estar nos lugares cimeiros da tabela, no primeiro lugar, e com um treinador já há bastante tempo à frente da equipa, com experiência, foi jogador lá no clube e com jogadores de qualidade embora com as ausências que possa ter, tal como nós as temos. Acredito que vão querer reagir e são uma equipa de muito valor», transmitiu, respeitoso.

O técnico do conjunto da Reboleira manifestou ainda a esperança de poder contar com algum dos atletas que nas últimas semanas têm estado indisponíveis por lesão, num esforço coletivo que envolve todos os profissionais ligados à estrutura desportiva, sem contudo se comprometer. «Também noutros clubes, que trabalham bem, com treinadores competentes, é algo (ndr: utilização de um jogador após lesão) que é decidido entre treinador, equipa técnica, fisiologista, médico, fisioterapeuta, o próprio jogador como se sente…nunca é algo matemático», concluiu.