Estoril: Intenção é segurar Guitane até junho...mas o mercado ditará
Rafik Guitane, do Estoril (à direita), disputa a posse da bola com David Neres, do Benfica (à esquerda). Foto: Atlantico Press/Imago.

Estoril: Intenção é segurar Guitane até junho...mas o mercado ditará

NACIONAL11.12.202321:05

Boa forma de Rafik Guitane deixa-o bem colocado no mercado, mas os canarinhos não perspetivam perdê-lo em janeiro, salvo a chegada de proposta irrecusável

As últimas semanas têm colocado o Estoril na ordem do dia, como uma das equipas em melhor fase no futebol português, e com isso as atenções centram-se em várias das suas individualidades. Nomes como Rodrigo Gomes, Mateus Fernandes e Tiago Araújo foram já mereceram atenção particular, sendo que os dois primeiros se encontram emprestados e, por isso, seguros até final da época.

As perspetivas do mercado de janeiro na Amoreira viram-se para Araújo e, em especial...Rafik Guitane, que tem impressionado desde o início da época mas viu o seu mediatismo disparar com o golaço apontado ao FC Porto. O camisola 10 tem sido uma das figuras de proa do Mágico com 18 encontros disputados na presente época e quatro golos marcados (a somente um do seu melhor registo como sénior, cinco golos pelo Marítimo em 21/22.

O francês de origem argelina tem também impressionado pela qualidade técnica e a delicadeza com que trata a bola e já acumula interessados. Ainda assim, a intenção do Estoril não passa por perdê-lo já. A perspetiva do Estoril passa por segurar Rafik Guitane pelo menos até ao final da temporada, acreditando que o seu valor de mercado irá continuar a crescer com uma época completa - e de sucesso - na Amoreira.

No entanto, tudo dependerá do mercado apesar de ainda não ter chegado aos escritórios do Estoril qualquer oferta concreta pelo passe do médio ofensivo, que tem alinhado pela direita às ordens de Vasco Seabra.

O volume das propostas que vierem a chegar poderá levar os canarinhos a equacionar a sua venda, tendo A BOLA apurado que só uma oferta irrecusável levará o jogador e dificilmente haveria negócio por valores muito abaixo da cláusula de rescisão do atleta, que rondará os 5 milhões de euros.

Para já, sem nenhuma oferta que contrarie os planos dos canarinhos, Rafik Guitane, de 24 anos, será um trunfo a continuar a explorar, perfilando-se para a deslocação ao reduto do Famalicão, este domingo, em plano de destaque como um dos nomes em quem o emblema da Linha de Cascais mais confia para dar seguimento ao bom momento desportivo que a equipa atravessa.