Luís Castro explica razões para continuar

Vitória de Guimarães 13-12-2018 12:52
Por Pedro Manuel Couto

Sem rodeios. Luís Castro explicou esta quinta-feira, no lançamento do jogo com o Aves, as razões que o levaram a recusar a proposta do Reading, de Inglaterra, preferindo manter-se no comando do Vitória de Guimarães.

«Quando estamos numa instituição, é normal que os seus recursos humanos sejam contactados por outra instituição. Neste caso, houve uma análise, uma reflexão e uma decisão a partir dos parâmetros familiar, financeiro, carreira e, também, institucional. Trabalho numa instituição com larga margem social de apoio e com uma estrutura que faz tudo para me dar as melhores condições de trabalho. Por outro lado, estava uma instituição que financeiramente seria muito bom para toda a família, mas cheguei à conclusão que era melhor ficar», contou o treinador.

Luís Castro fez ainda questão de vincar que a sua continuidade no emblema minhoto não implicou qualquer alteração no contrato com o Vitória. «A minha conversa com a SAD não foi sobre o meu contrato, mas sobre a possibilidade de ir para o Reading. O contrato nunca esteve em discussão porque se fosse esse o caso teria saído», garantiu.

O treinador esclareceu ainda que esta situação não beliscou a preparação para o jogo com o Aves: «No plantel as consequências são zero. Jamais enquanto líder deixaria que coisas externas mexessem com o grupo, por isso esta não foi uma semana atípica, mas sim uma semana padrão de preparação para um jogo. »


 

Ler Mais
Comentários (38)

Últimas Notícias