Tudo o que disse Schmidt: Bah e Musa, Marcos Leonardo e a ansiedade por novo jogo
Roger Schmidt, treinador do Benfica (ASF)

Tudo o que disse Schmidt: Bah e Musa, Marcos Leonardo e a ansiedade por novo jogo

NACIONAL28.01.202414:09

Roger Schmidt antecipou em conferência de imprensa o jogo do Benfica em casa do Estrela da Amadora desta segunda-feira, da 19.ª jornada do campeonato

O treinador do Benfica foi muito questionado sobre Petar Musa, que estará de saída do Benfica este mês, mas contornou quase sempre as questões, ou algo do sentido se perdeu nas traduções em sala de imprensa. Porém, Schmidt esclareceu vários outros temas e admitiu ansiedade pelo jogo com o Estrela para uma resposta forte ao desaire de quarta-feira, quando, em Leiria, a equipa perdeu com o Estoril nos penáltis e falhou a final da Taça da Liga. Leia em baixo o que disse, este domingo, o técnico alemão das águias.

- Quais as suas expectativas para este jogo?
- Estamos ansiosos por este jogo. O Estrela da Amadora é uma equipa muito tradicional, um estádio pequeno e é um desafio jogar lá, é uma equipa que joga de forma muito física, muito organizada do ponto de vista tático, por isso… é o próximo desafio e depois do jogo de quarta-feira claro que queremos mostrar imediatamente uma boa reação, fazer um bom jogo, como fizemos quarta-feira, mas também ganhar.

- Já justificou a titularidade de Musa no último jogo com a boa forma dele, mas não terá sido também para se despedir ou para mostrar aos adeptos que fica no Benfica?
- Tomo as minhas decisões sempre dependendo de muitas coisas. Quando penso no onze titular, claro que é muito importante a forma dos jogadores e como atuaram no jogo anterior, como estiveram nos treinos, qual o melhor equilíbrio para a equipa. A decisão para a quarta-feira passada na minha opinião foi boa, porque fizemos um grande jogo, dominámos o jogo, concedemos apenas uma chance ao adversário e nós criámos várias, por vários jogadores, o Petar [Musa] fez um bom jogo, estou completamente bem com o que fizemos nesse jogo, porque para aumentar as probabilidade de ganhar temos de aumentar as nossas oportunidades de golo e dar nada ao adversário; então, foi o exatamente o que fizemos, mas no final às vezes é assim, quando não usas as tuas chances, o adversário tem 100 por cento de aproveitamento nas dele, eficiente… no final, quando julgo a exibição dos jogadores, julgo também o jogo e não apenas o resultado, é o meu trabalho enquanto treinador, então sei que o foco no futebol é no resultado, respeito, mas para mim, para desenvolver os jogadores e ser justo com eles, na minha opinião não posso fazer-lhes reparos porque estiveram bem, Petar [Musa] este bem, mas também os outros e os que entraram.

- Nos últimos 10 golos o Benfica concedeu sempre golos primeiro, é falta de foco? Preocupa-o?
- Nos últimos 10 jogos? Concedemos sempre o primeiro golo? Não creio. Não é verdade. Não respondo a essa pergunta, não é verdade que nos últimos 10 jogos tenhamos concedido sempre o primeiro golo.

- Um dos problemas apontados à equipa é falta de largura, com os extremos a jogarem muito por dentro e os laterais a darem pouca profundidade. Sente que com Álvaro Carreras isso pode mudar e sente que está já preparado para ser titular neste jogo?
- Sabe quantos golos Fredrik Aursnes já ofereceu a jogar como lateral? Se ele não fosse ofensivo, claro que não teria nenhuma assistência. Acho que os nossos laterais têm estado muito bem, temos sempre muitos momentos porque usamos no ataque os nossos laterais, por isso tenho uma opinião completamente diferente da sua. Mas penso que o Álvaro esteve bem nos minutos que jogou, é um bom jogador, nos treinos mostrou já que é um lateral que nos pode dar qualidade no ataque, no jogo com o Estoril esteve envolvido em duas boas situações, que infelizmente também desperdiçámos, mas penso que está a desenvolver-se bem, como Morato, como Fredrik está e também Alex está a fazer, em breve, felizmente.

- Como estava Marcos Leonardo depois do que falhou no último jogo com o Estoril? O que lhe disse? Está mais próximo de ser titular?
- Claro, é muito novo, começou de forma fantástica no Benfica, estava um pouco em baixo, pois falhou uma das grandes oportunidades, falhou depois um penálti, claro que estava desapontado com ele próprio, mas isso faz parte do desenvolvimento, lidar com isso, estamos felizes que ele já esteja em condições de jogar 20, 25, 30 minutos e esperemos que muito em breve ele possa jogar de início, mas para tomar essa decisão tenho de encontrar o momento certo, será bom para ele começar de início um jogo, mas também entrar mais tarde… já mostrou que como substituto também pode ter um bom impacto.

- Já conta com Alexander Bah para este jogo? E ainda conta com Musa? Porque ainda pode sair este mês…
- Sim, Alex estará nos convocados amanhã [esta segunda-feira] outra vez, é a primeira vez desde que recomeçou a treinar-se com a equipa há alguns dias. Estamos felizes, claro que precisa de mais um pouco de tempo, de treino com a equipa, mas para estar no banco está pronto. 

- O Benfica tem tido chances de golo nos pontapés de canto, mas não marca. É um problema? Preocupa-o? Está a tentar resolver?
- Somos muito perigosos nos lances de bola parada, temos muitos cantos e livres, marcámos um ou dois golos, mas também nestes momentos os jogadores têm falhado o alvo, ou os guarda-redes estão melhor, temos de aceitar, mas sabemos que podemos criar mais perigo nos lances de bola parada, especialmente nestes jogos, seria útil... temos de evoluir, manter a mesma atenção e ser mais perigosos nos lances de bola parada.