Eto’o e o melhor jogador africano: «Ninguém pode dizer que chegou ao meu nível»

CAF 15-05-20 10:37
Por Redação

Sempre controverso, El-Hadji Diouf lançou uma nova polémica. O antigo avançado senegalês declarou-se como o melhor jogador africano, para surpresa de muitos.

A resposta chegou esta sexta-feira, da parte de Samuel Eto’o.

«Mesmo que o Diouf estivesse com um copo a mais, não existe debate nenhum. Ninguém pode dizer que chegou ao meu nível», rematou o antigo avançado de 39 anos.

Internacional camaronês, Eto’o cumpriu grande parte da carreira no futebol europeu, onde passou por Espanhol, Real Madrid, Maiorca, Barcelona, Inter de Milão, Anzhi, Chelsea, Everton, Sampdoria, Antalyaspor, Konyaspor e Qatar SC. No palmarés conta com quatro Liga dos Campeões, três campeonatos espanhóis, duas Taças do Rei, duas Supertaças espanhola, duas Taças de Itália, um campeonato italiano, uma supertaça italiano e uma taça da Rússia.

Internacional camaronês em 119 ocasiões, conquistou uma medalha de ouro de Jogos Olímpicos e dois Campeonatos das Nações Africanas.