Eleições legislativas marcadas pela terceira vez, agora para 2 março de 2020   

ISRAEL 15-12-19 11:47
Por Redação

O Parlamento israelita dissolveu-se durante a semana e convocou novas eleições legislativas para 2 de março do próximo ano – as terceiras no espaço de um ano, devido ao impasse político que o país atravessa -, com os partidos incapazes de formar uma coligação.

O primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu – acusado em três casos de corrupção –, vai abandonar as pastas que acumula: Saúde, Agricultura e Diáspora.

Mas, até 1 de janeiro, Netanyahu vai manter-se como chefe do executivo. 

Os advogados do primeiro-ministro enviaram uma carta ao Supremo Tribunal a indicar que Netanyahu deixará as suas funções ministeriais a 1 de janeiro de 2020 e nomeará ministros substitutos.

Netanyahu é o primeiro-ministro que mais tempo esteve à frente de um Governo na história de Israel: 13 anos.

Também é o primeiro chefe de executivo em funções a ser acusado de corrupção.

Netanyahu alegou ser alvo de uma «caça às bruxas«, por parte do Ministério Público.