Juiz propõe julgamento de Rubiales por beijo «não consentido» a Jenni Hermoso
Luis Rubiales está acusado de ter dado um beijo a Jenni Hermoso sem o consentimento da jogadora (IMAGO / ZUMA Wire)

Juiz propõe julgamento de Rubiales por beijo «não consentido» a Jenni Hermoso

Magistrado visa ainda o ex-selecionador Jorge Vilda, o ex-diretor desportivo Albert Luque e o antigo responsável de marketing da Federação espanhola Rubén Rivera

O juiz Francisco de Jorge, da Audiência Nacional, propôs a ida a julgamento do ex-presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF) Luis Rubiales por entender que o beijo à futebolista Jenni Hermoso «não foi consentido», tendo o dirigente agido de forma «unilateral e inesperada».

Num auto citado pela Europa Press, o magistrado considera que «as pressões a que a jogadora foi submetida» criaram na internacional espanhola «uma situação de ansiedade e intenso stress».

Além do antigo dirigente, o titular do Juízo Central de Instrução Número 1 propôs julgar também o ex-selecionador Jorge Vilda, o ex-diretor desportivo da seleção feminina espanhola Albert Luque e o antigo responsável de marketing da Federação espanhola Rubén Rivera por pressionarem a atleta a dizer publicamente que o beijo tinha sido consentido.