10 jogadores de que vai ouvir falar em 2024
Paris Brunner foi o melhor jogador do Mundial sub-17 (IMAGO)

10 jogadores de que vai ouvir falar em 2024

NACIONAL02.01.202408:00

Do Olival a Dortmund, passando por Seixal, Alcochete e até pela América do Sul

Ano novo, talentos novos. A beleza do desporto, e do futebol em particular, também passa pelo inevitável aparecimento de outros protagonistas, gerados a partir dos mais diversificados trajetos. Aqueles que cedo deram a entender até onde seriam capazes de ir, mas também aqueles que surpreendem ao lá chegar. A escadaria do sucesso é muito traiçoeira, e adivinhar a capacidade de quem a sobe é um exercício muito arriscado, mas essa é, também, a graça de tentar fazer previsões no desporto. Eis dez nomes de que pode vir a ouvir falar muito em 2024: cinco selecionados no futebol portugués, entre as principais academias do país, e outros cinco recrutados no estrangeiro, alargando o mais possível a latitude da pesquisa. 

RODRIGO MORA (FC PORTO)

ASF/PAULO SANTOS

Faz apenas 17 anos em maio, daí que possa ser injusto esperar que chegue à equipa principal do FC Porto em 2024, mas a maior promessa da formação azul e branca alimenta essa expectativa. Em 2023 tornou-se o mais jovem de sempre a jogar nos escalões profissionais do futebol português - no caso a Liga 2, pelo FC Porto B -, e mais tarde tornou-se também o mais jovem a marcar.

MARTIM FERNANDES (FC PORTO)

Martim Fernandes já jogou pela equipa principal do FC Porto

Em 2023 representou Portugal tanto no Europeu de sub-17 como na versão sub-19. Em outubro fez a estreia pela equipa principal do FC Porto (no jogo da Taça de Portugal com o Vilar de Perdizes), mas o novo ano pode trazer oportunidades mais regulares com Sérgio Conceição. Seguro defensivamente e assertivo no ataque, este lateral direito tem valor para ser uma alternativa a João Mário.

PEDRO SANTOS (BENFICA)

RUI RAIMUNDO/ASF

O pai fez carreira com o mesmo nome, em clubes como Feirense, Gil Vicente, Boavista, Penafiel, Naval, Beira-Mar e Arouca. Pedrinho está no Benfica desde 2016 e fez parte da equipa que conquistou a Youth League em 2022. Quase a fazer 21 anos, é um dos jogadores mais utilizados na equipa B encarnada, e tem um pé esquerdo que começa a pedir outro enquadramento.

JOÃO RÊGO (BENFICA)

ANDRÉ ALVES/ASF

Já quase a fechar o ano deu nas vistas com um golo de trivela à Real Sociedad, na Youth League. No Benfica desde 2018, o jovem alentejano é um avançado que não se deve avaliar apenas pelos golos que marca, embora também os faça. É um jogador de movimentos elegantes, que revela uma maturidade acima da média, que sabe interpretar o que o jogo pede a cada momento.

GEOVANY QUENDA (SPORTING)

Foto: SCP

Já foi ao banco da equipa principal do Sporting e Rúben Amorim, na ocasião, não poupou elogios. Não só pelo talento do jovem avançado, mas também pela forma como reage ao sobe-e-desce de escalão. É certo que o treinador leonino também deu o exemplo de Joelson, que não tem correspondido à expectativa, mas Quenda, de apenas 16 anos, pode chegar à elite nos próximos meses.

CLAUDIO ECHEVERRI (RIVER PLATE)

Claudio Echeverri (Imago)

Completa hoje 18 anos, mas a prenda já estava desembrulhada: uma transferência para o Manchester City. Fez apenas seis jogos pela equipa principal do River Plate, mas os campeões europeus e mundiais pagam mais de €20 milhões de euros pelo talentoso médio. Deve continuar no River em 2024, emprestado, mas é provável que se comece a falar muito dele.

VALENTÍN BARCO (BOCA JUNIORS)

Valentín Barco em ação pelo Boca Juniors (Foto: ZUMA Wire/IMAGO)

Já foi presença habitual no onze do Boca Juniors em 2023, e parece inevitável que o novo ano proporcione uma mudança para o futebol europeu, e por valores elevados. Com 19 anos de idade, muito evoluído tecnicamente, joga preferencialmente a lateral esquerdo, mas também pode ser utilizado mais à frente, e revela competência tanto a jogar na linha como em zonas interiores.

ESTEVÃO (PALMEIRAS)

Estevão comemora título brasileiro do Palmeiras (Instagram)

Endrick continua a dominar as atenções, até porque a mudança para o Real Madrid está marcada apenas para meados de 2024, mas o Palmeiras já tem outro talento cobiçado pelos gigantes europeus. Estevão tem apenas 16 anos, mas já foi lançado por Abel, no dia da consagração de mais um título brasileiro. Canhoto, impressiona pela qualidade técnica e pela velocidade em condução.

GEORGE ILENIKHENA (ANTUÉRPIA)

IMAGO

Nasceu na Nigéria, mas aos 3 anos foi viver para França com os pais. Fez a estreia profissional no Amiens, mas esta época foi recrutado pelo Antuérpia, clube pelo qual defrontou o FC Porto na Liga dos Campeões. Fechou o ano com 9 golos em 27 jogos pelo conjunto belga. Um registo bastante interessante, sobretudo se tivermos em conta que tem apenas 17 anos.

PARIS BRUNNER (BORUSSIA DORTMUND)

Paris Brunner no Mundial sub-17 (IMAGO)

Campeão europeu e mundial de sub-17, pela Alemanha, foi eleito o melhor jogador de ambas as provas disputadas em 2023. O próximo passo - que não deve tardar - será a estreia pela equipa principal do Borussia Dortmund, clube que representa desde 2020. Com apenas 17 anos é um avançado acutilante a atacar o espaço e que gosta de ir para cima dos defesas, ao centro ou na linha.