Taça de Portugal: Jota Silva ‘empurra’ Vitória para os quartos de final
Jota Silva está em grande no Vitória. Foto: LUSA/Estela Silva

Taça de Portugal: Jota Silva ‘empurra’ Vitória para os quartos de final

NACIONAL11.01.202422:58

Avançado saiu do banco para marcar o golo do triunfo vimaranense; Penafiel demonstrou competência e competitividade no D. Afonso Henriques; V. Guimarães regressa aos ‘quartos’ passadas cinco temporadas.

O Vitória de Guimarães volta aos quartos de final da Taça de Portugal - última presença em 2018/19 -, após triunfo magro (1-0), em casa, perante um Penafiel, da 2.ª Liga, atrevido.

A partida começou, praticamente, com o Vitória a criar perigo, logo aos três minutos, após uma boa jogada de entendimento, entre Dani Silva e João Mendes, com este a servir Ricardo Mangas que finalizou para defesa de Baldé. Com a equipa da casa a tomar conta das operações, na 1.ª parte, o Penafiel conseguiu chegar perto da baliza de Charles, com saídas rápidas para o ataque e aos 14’ quase conseguiu concretizar uma delas em golo.

Na sequência de um canto a favor dos vimaranenses, a bola sobrou para Robinho que arrancou e encarou o defesa adversário, depois serviu Adílio que dominou mal a bola e Charles saiu para agarrar.

Já oa minuto 23, André Silva foi lançado em profundidade, dominou muito bem em direção à baliza, mas o remate não saiu como pretendia permitindo a defesa de Baldé.

Na etapa complementar, novamente Robinho em mais um arranque rapidíssimo, mas o passe para o interior da área a sair fácil para Charles ir ao relvado agarrar.

Aos 53’, Nuno Santos, na sequência de um canto, já na pequena área enviou a bola por cima da trave. Muito mais ritmo no 2.º tempo e bola na trave para o Penafiel, no minuto seguinte, com um cruzamento a sair em direção à baliza. Aos 57’, novamente os homens da 2.ª Liga com uma excelente oportunidade, mas Hugo Firmino ineficaz no cara-a-cara com Charles.

Num pontapé de canto, Ricardo Mangas ao 2.º poste enviou a bola ao ferro da baliza de Baldé. Aos 74 minutos, o suspeito do costume, Jota Silva, a fazer o 1-0 na partida. Jogada de insistência do Vitória e Ricardo Mangas a fazer um belo cruzamento, com o extremo a encostar para o fundo das redes. Perto do final, Nélson da Luz falhou de forma incrível o 2-0, ao rematar por cima já bem dentro da área contrária.