SC Braga: Artur Jorge festeja centenário sem sofrer golos
Artur Jorge, técnico do SC Braga. (Foto: IMAGO)

SC Braga: Artur Jorge festeja centenário sem sofrer golos

NACIONAL28.02.202417:56

Treinador do SC Braga atingiu os 100 jogos no comando da equipa principal; marca atingida no Bessa, em que não sofreu golos apenas pela sétima vez na temporada; técnico tem a maior percentagem de vitórias em 30 ou mais partidas.

Artur Jorge atingiu um marco histórico como treinador da equipa principal do SC Braga, tendo chegado aos 100 jogos, na jornada passada da Liga, frente ao Boavista (vitória por 4-0), no Estádio do Bessa. A centena de partidas foi comemorada com um triunfo robusto e, mais importante, tendo em conta os problemas defensivos que a equipa tem evidenciado esta época, sem sofrer golos.

Ao chegar a esta marca, o técnico, de 52 anos, tem como principais atributos no currículo a conquista da edição deste ano da Taça da Liga, a qualificação para a Liga dos Campeões e também o 3.º lugar obtido na temporada transata. Esta, já longa, caminhada é feita com 62 vitórias, 14 empates e 24 derrotas.

No total, a equipa apontou 204 golos e sofreu 122, tendo um saldo positivo de 82. Artur Jorge também é o treinador com mais de 30 partidas no clube, com a maior percentagem de triunfos (64 por cento), assim como detém o registo de maior média de pontos por jogo (2,04). Sendo que a maior goleada aplicada, nesta centena de jogos, foi por 6-0 ao Arouca na época passada.

Mas, esta temporada manter a sua baliza inviolável está mais complicado e na última ronda da Liga foi apenas a sétima vez (terceira no campeonato), em que o SC Braga não sofreu golos. Isto é, nos 42 encontros realizados até ao momento, os arsenalistas viram os adversários marcar em 35, o que se traduz num total de 60 golos sofridos.

No Campeonato, os bracarenses apenas não sofreram em três partidas: 1-0, em Arouca; 1-0 em casa ao Moreirense; e agora o 4-0, fora, com o Boavista. As restantes quatro dividem-se pela meia-final da Taça da Liga (1-0 frente ao Sporting), pela 3.ª eliminatória da Taça de Portugal (2-0 ao Rebordosa), pela 2.ª mão do playoff de acesso à Liga dos Campeões (1-0 na Grécia com o Panathinaikos) e na 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória da Champions (3-0, em casa, frente ao Backa Topola).