Pedida pena de prisão para Madureira e mais oito por agressões a polícias e adeptos do Benfica em 2018
Fernando Madureira responde por vários crimes. Foto: IMAGO
Foto: IMAGO

Pedida pena de prisão para Madureira e mais oito por agressões a polícias e adeptos do Benfica em 2018

NACIONAL29.04.202412:30

Ministério Público acusa 9 pessoas de crime de participação em rixa no contexto de espetáculo desportivo

O Ministério Público (MP) pediu esta segunda-feira a condenação de Fernando Madureira e de outros oito arguidos num processo em que são acusados de agressões a agentes da PSP e adeptos do Benfica antes de um jogo de hóquei em patins entre FC Porto e Benfica, em 2018.

Do processo que está a ser julgado no Tribunal do Bolhão, no Porto, fazem parte Madureira e Hugo ‘Polaco’ Carneiro, ambos em prisão preventiva no âmbito de outro processo, a ‘Operação Pretoriano’, e estão acusados do crime de participação em rixa no contexto de espetáculo desportivo.

O MP pediu, nas alegações finais, a condenação com algumas penas efetivas de prisão, sublinhando-se, segundo a agência Lusa, que em relação aos arguidos primários (sem antecedentes criminais), as penas possam ser suspensas ou em multa.

A acusação do MP refere o arremesso de pedras e de tochas contra os agentes policiais, que protegiam os adeptos do Benfica que chegavam à estação de Metro do Dragão para ver o jogo, em abril de 2018. O MP coloca todos os arguidos mo local da rixa e diz que testemunhos dos agentes da PSP e as imagens de videovigilância «desmentem», diz o MP, as versões apresentadas em julgamento por Fernando Madureira e por outros três arguidos – cinco mantiveram-se em silêncio -, segundo as quais nada tiveram a ver com a rixa, pois «estavam a distribuir bilhetes».

A leitura da sentença ficou marcada para 23 de maio.

(atualizado às 12.49 horas)