Famalicão: João Pedro Sousa deve voltar à fórmula original diante do Farense
Treinador do emblema famalicense preparava-se para apresentar uma surpresa tática diante do Sporting. (Foto: Atlantico Press/Imago)

Famalicão: João Pedro Sousa deve voltar à fórmula original diante do Farense

NACIONAL07.02.202414:19

Técnico dos minhotos tem privilegiado uma linha defensiva composta por quatro elementos e assim deve alinhar em Faro; alteração que preparou na receção ao Sporting (jogo que acabou por ser adiado) privilegiava uma linha de três centrais; Justin de Haas pode ser o 'sacrificado'

Quem conhece João Pedro Sousa sabe que o técnico é adepto do 4x2x3x1. Um sistema tático pode ter muitas variantes, dependendo das dinâmicas individuais e, por consequência, coletivas, mas a verdade é que é nesse desenho que o Famalicão costuma apresentar-se.

No entanto, na ficha de jogo disponibilizada aos jornalistas cerca de uma hora antes do desafio com o Sporting, no passado sábado, saltava à vista a presença de três defesas-centrais (Riccieli, Mihaj e Justin de Haas) e também de dois laterais/alas (Nathan e Martín Aguirregabiria).

Estava, pois, identificada uma novidade: o Famalicão iria apresentar-se com uma esquema diferente na receção aos leões. Provavelmente um 3x4x3: Luiz Júnior na baliza; Riccieli, Mihaj e Justin de Haas no eixo defensivo; Nathan na ala direita e Martín Aguirregabiria na ala esquerda; Zaydou Youssouf e Mirko Topic na zona central da intermediária; Florian Danho, Jhonder Cádiz e Puma Rodríguez na frente de ataque. Seria, em teoria, assim, Seria. Porque não foi. Afinal, o jogo acabou por ser adiado, devido à falta de efetivos da PSP em número suficiente para que a segurança do evento estivesse salvaguardada.

Ora, depois dessa inovação que João Pedro Sousa estava a preparar para tentar contrariar o poderio do conjunto de Rúben Amorim, impõe-se, agora, perceber qual é a ideia do técnico dos famalicenses para o encontro da próxima jornada.

A formação de Vila Nova desloca-se ao Algarve, para defrontar o Farense, e, ao que tudo indica, João Pedro Sousa deverá voltar à fórmula original: o (tal) 4x2x3x1 de que tanto gosta.

Se tal facto vier a consumar-se na partida do próximo sábado, então um dos três defesas-centrais será preterido do onze. Cenário que deve sacrificar Justin de Haas, sendo a dupla do eixo da retaguarda constituída por Riccieli e Mihaj. Dessa forma, abrir-se-á uma vaga no meio-campo, com Gustavo Sá a ser o principal candidato à titularidade.

Mas as alterações no último reduto defensivo não deverão ficar por aqui. Afinal, o técnico dos minhotos já poderá contar com o contributo de Francisco Moura - que estava castigado para a receção ao Sporting (e irá mesmo falhar o embate com os leões, qualquer que seja a nova data para a sua realização). O lateral-esquerdo regressa, assim, ao lote dos disponíveis e, sendo ele um dos indiscutíveis do Fama, é de todo crível que ocupe o seu lugar no flanco canhoto. E esta equação deverá levar Martín Aguirregabiria de volta ao banco de suplentes.

Óscar Aranda é, para já, o único caso clínico do plantel, subsistindo ainda a dúvida sobre a possibilidade do jovem extremo espanhol ser, ou não, opção do técnico para a deslocação a Faro.