«Estou a fazer uma espécie de linha de saúde 24 do FC Porto»

FC Porto 21-03-2020 17:55
Por Redação

Nélson Puga, diretor do departamento de saúde do FC Porto, falou ao site da Liga sobre o combate que se trava em Portugal, e no mundo, contra o Covid-19, explicando ao pormenor o plano definido pelo clube para providenciar total apoio aos seus profissionais.

 

«Estamos a acompanhar com apreensão. Tenho-me dedicado a toda a estrutura do FC Porto, que é uma estrutura muito grande. Se atendermos a todo o universo, são aproximadamente 600 pessoas, portanto, estou a fazer uma espécie de linha de saúde 24 do FC Porto e os restantes colegas a trabalhar para o Serviço Nacional de Saúde e a ajudar no combate a esta pandemia», refere o clínico.

 

No FC Porto, como em todos os clubes, cumprem os futebolistas planos individualizados de trabalho durante o período de isolamento. O acompanhamento, esse, é diário.

 

«Estamos em permanente contacto por grupos de redes sociais, evidentemente, e em contacto privado direto e de grupo também. O acompanhamento é feito dessa forma, mas também através de instrumentos de controlo de carga externa, portanto, nós sabemos o esforço que eles estão a fazer. A equipa técnica desenhou um plano individual de trabalho, que vai variando em função do microciclo semanal e nalguns jogadores são ajustadas algumas necessidades. Eles são monitorizados e a seguir reportam-nos aquilo que foi a sensação do esforço interno. Temos um report com uma monitorização de carga externa e monitorização de carga interna. Dessa forma, sabemos o impacto que a sessão de treino teve nos nossos jogadores. Mal acaba, recolhemos toda a informação e partilhamos a informação, entre nós e a equipa técnica. A equipa médica em particular tem ainda mais alguns cuidados e, neste momento, temos apenas um lesionado, mas a esse somos nós os responsáveis por fazer o plano de reabilitação, porque também já estava numa fase em que estava a fazer trabalho de ginásio e trabalho no terreno de forma condicionada. Toda a informação que temos e recebemos, partilhamos imediatamente com a equipa técnica. É desta forma que temos feito esse controlo», explica Nélson Puga.

 

Enquanto profissional da saúde, Nélson Puga aconselha a população portuguesa a seguir o exemplo do futebol.

 

«Que respeitem o isolamento social, que sigam o exemplo que nós estamos a dar, através das redes sociais e através dos nossos jogadores e treinadores. Fomos dos primeiros a adotar essa medida. No princípio, havia muita gente que pensava que podiam ser exageradas, mas agora percebem que eram essenciais e, portanto, sigam-nas, como exemplo», vinca.

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias