Época de estreia de Matos já o aponta a Espanha

OLHANENSE 03-01-22 12:35
Por Rafael Batista Reis

Dificilmente poderia ser melhor a primeira temporada como sénior em Portugal para Ricardo Matos desde que partiu, ainda em idade de formação, para Itália - contabiliza 14 jogos, 10 golos e 6 assistências até ao momento.

A integração ao Olhanense foi imediata e é o que mais valoriza no trabalho no clube, que milita no Campeonato de Portugal, até agora. Em conversa com A BOLA, Ricardo Matos reconhece que «de facto foi tudo muito fácil».

«Praticamente a equipa foi construída toda do zero porque foram poucos jogadores que ficaram do ano anterior, mas com a pré-época deu para conhecer todos um pouco e a verdade é que num instante parecia que já jogávamos juntos há algum tempo. Sem dúvida alguma que a união do grupo, desde o primeiro momento deu para perceber que estava perante um grupo de bons jogadores mas acima de tudo grandes pessoas, e a verdade é que é notória essa coesão entre todos», diz o atacante.

«É isso que nos tem ajudado a termos bons resultados», sentencia Ricardo Matos, cuja primeira metade de época fez surgir abordagens de Espanha, proveniente de clubes de primeira e segunda ligas. O avançado de 21 anos cumpriu a formação no Benfica, onde representou todos os escalões de formação até à equipa sub-23. Um 'selo de qualidade' que terá sido determinante para o que é agora enquanto jogador.

Ricardo Matos recorda a longa passagem nos escalões jovens encarnados e mostra-se, acima de tudo, grato. «Eu não diria que é um ‘selo de qualidade’, mas a verdade é que não é fácil pertencer a um clube de tal dimensão e ainda mais estar lá tantos anos como eu estive. Estou muito grato por tudo o que me ensinaram porque sem dúvida deram-me todas as bases sobre qualquer vertente do jogo, seja tática, técnica…», lembra, orgulhoso.

«Todas as pessoas fazem de tudo para te ensinar e tornar o melhor jogador possível,» completa a 'pérola' que se desenvolve no Algarve e espera conduzir o histórico clube de Olhão à Liga 3, à qual esteve perto de aceder em 2020/2021.