Rashford sobre Angel Gomes: «Tem tudo para chegar ao topo»

Boavista 13-11-2020 08:41
Por Pedro Cadima

O jovem avançado Marcus Rashford analisa o sucesso em Portugal de um autêntico irmão feito na academia do Manchester United. Craque inglês percorre a intimidade com o jogador do Boavista Um mentor numa estrada repleta de sonhos e realizações

Angel Gomes, 20 anos, brilha no Boavista - três golos e quatro assistências em cinco jogos -  à medida do que augurava na academia do Manchester United, onde entrou com 6 anos e atropelou etapas, subiu degraus e bateu recordes até se posicionar num plano de excelência. Lançado por José Mourinho contra o Crystal Palace, Angel, então com 16 anos, tornou-se no mais jovem a atuar pela equipa principal do United desde 1953, sucedendo a Duncan Edwards, uma das vítimas da tragédia de Munique.


Nesse plantel do colosso inglês já era estrela Marcus Rashford, então com 19 anos. Agora tem 23 e carrega já 40 jogos pela seleção inglesa. Foi ele o mentor e modelo do craque do Boavista, um observador atento do seu potencial. Rashford partilhou com A BOLA o  turbilhão de sentimentos sobre Angel Gomes. Não esquece um «pequeno irmão», que deixou Old Trafford para espanto de muitos, ainda incrédulos por o United ter deixado o médio ofensivo terminar contrato. Rashford, neste momento a máxima expressão do valor da academia, muito gostaria de contar com Angel Gomes perto de si, mas vai contentando-se com o sucesso do amigo em Portugal.


«É um prazer falar dele, sinto que está muito bem no Boavista. Falamos regularmente por telefone e tenho-o felicitado várias vezes. É bom sinal. Marcou aquele golo incrível do meio-campo que se tornou viral. Um grande golo realmente! Mas com  o seu talento nada me surpreende», nota Rashford, analisando com detalhe Angel Gomes, com quem jogou nos sub-18, sub-23 e primeira equipa do United, mesmo com esses três anos de diferença. Angel tinha 15, acompanhava Rashford nos sub-18, por exemplo…


«Tem uma habilidade incrível! Quem joga ao seu lado percebe a dimensão de um talento empolgante. Tendo-me treinado com ele desde muito jovem é fácil constatar o seu sucesso e adivinhar o seu futuro luminoso», adianta Rashford, vencedor da Liga Europa em 2016/2017 com José Mourinho, campanha em que terá sido o jogador mais decisivo do United. Foi a temporada da estreia de Angel.


«Tê-lo a treinar-se ao nosso lado nessa época foi uma grande experiência e oportunidade. Lembro-me que durante os treinos ele encarava-nos a todos sem medo, sempre ansioso por ter a bola», resume, percorrendo os dias de intimidade com o médio.


«Há muita coisa que nos une, tivemos experiências de crescimento semelhantes. Vivíamos nas mesmas casas do clube e estávamos no mesmo programa de desenvolvimento, destinado a jogadores selecionados. Sempre nos demos muito bem. Morámos juntos cerca de três anos. Pude fornecer-lhe orientações sobre as minhas primeiras experiências na equipa principal. Esses conselhos continuam ativos, pois ele é um irmão mais novo», confessa Marcus Rashford, descrevendo com entusiasmo um dos jogadores que mais maravilha o público português a cada jornada.


«Tem tudo para chegar ao topo. Digo-lho sempre! Ele joga como médio ofensivo mas, pessoalmente, vejo-o como alguém que prospera em campo confortável com a bola. Por isso, pode jogar noutras posições com igual sucesso. É fácil jogar com ele. Era algo muito natural, porque ele está sempre à procura de fazer um passe rápido, que surpreende os defesas e nos cria imensas oportunidades para marcar. Posso agradecer-lhe bastantes golos», regista, deixando indelével suspiro: «É um grande jogador de equipa e uma das coisas que mais espero que aconteça é voltar a jogar a seu lado. É um desejo que confio que vai concretizar-se!»

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias