V. Guimarães-Penafiel: Bons momentos colocados à prova
V. Guimarães defronta Penafiel. Foto: IMAGO

ANTEVISÃO V. Guimarães-Penafiel: Bons momentos colocados à prova

NACIONAL10.01.202409:30

Vitória e Penafiel atravessam os melhores ciclos da temporada; Confronto para os oitavos de final da Taça de Portugal às 20.15 horas, no D. Afonso Henriques; Álvaro Pacheco pode fazer alterações no onze

Vitória de Guimarães e Penafiel jogam às 20.15 horas, no D. Afonso Henriques, o encontro dos oitavos de final da Taça de Portugal. Ambas as equipas não venceram na ronda passada da Liga 2. Os vimaranenses, apesar de virem de um empate em Braga (1-1), estão numa série de seis jogos sem perder (quatro vitórias e dois empates), já o penafidelenses não conhecem o sabor da derrota há três partidas (dois triunfos e um empate).

Sendo um encontro entre equipas de diferentes escalões, o favoritismo é entregue à que atua na Liga, ou seja, o Vitória e que ocupa a 5.ª posição, estando a somente três pontos do lugar europeu. Por outro lado, o Penafiel não está a ter uma época fácil e está no 14.º lugar na 2.ª Liga e tem a linha d’água a apenas um ponto. A equipa orientada por Hélder Cristóvão tem uma oportunidade de partir para uma temporada interessante, em caso de vitória.

Para chegar a esta eliminatória, o Vitória começou por eliminar o Moncarapachense (Campeonato de Portugal), ao vencer por 3-1, fora, e depois ganhou ao Vilaverdense, em casa, por 4-1. Já o Penafiel conta com mais uma eliminatória na prova rainha. Primeiro derrotou Valadares Gaia no desempate por penáltis, após a igualdade a uma bola. A seguir levou a melhor perante o Santa Maria (distritais de Braga), ao ganhar por 3-0. Na última eliminatória bateu o V. Setúbal, por 3-2, mas apenas após prolongamento.

Do lado vimaranense é esperada alguma rotação por parte de Álvaro Pacheco para este encontro, podendo mudar três ou quatro peças, em relação ao onze utilizado no dérbi minhoto com o SC Braga. O Penafiel, que vem do tal bom momento, não deve alterar a sua forma de jogar, assim como as peças, pois está a dar início a uma consistência que ainda não tinha apresentado na presente temporada.

V. Guimarães: Manu e Dani espreitam oportunidade

8 janeiro 2024, 18:20

V. Guimarães: Manu e Dani espreitam oportunidade

Último jogo a titular do central foi na derrota no dérbi com o Moreirense (0-1); médio pode voltar ao onze e Álvaro Pacheco ainda deve fazer mais mexidas; Vitória prepara a receção ao Penafiel para a Taça de Portugal

O último confronto entre ambas, precisamente, na prova rainha, terminou mal para os vimaranenses. Na temporada 2015/16, o Penafiel, na altura a jogar em casa, eliminou o Vitória desta competição, com um triunfo por 2-0, em partida da 3.ª eliminatória.

Com certeza que os minhotos preferem recordar o último embate no D. Afonso Henriques para a Taça, no qual golearam os penafiledenses, por 5-0 - o resultado mais desnivelado entre ambos -, na longíqua temporada de 1966/67, nos dezasseis-avos de final.

O jogo vai ter arbitragem de Ricardo Baixinho (AF Lisboa) que vai contar com os assistentes Vasco Marques e Diogo Pereira. No VAR vai estar Bruno Esteves.

V. Guimarães

Sistema: 3x4x3

Onze Provável: Charles; Jorge Fernandes, Borevkovic e Manu Silva; Miguel Maga, Tiago Silva, Dani Silva e Ricardo Mangas; Jota Silva, André Silva e João Mendes.

Castigados: Nada a registar

Lesionados: Mikel Villanueva, Tounkara, Zé Carlos e Telmo Arcanjo

Figura: Jota Silva. O avançado, que joga, normalmente, pela direita, foi titular em todos os jogos do Vitória, até ao momento, e neste confronto com o Penafiel deve continuar no onze e é um perigo à solta para a defesa do Penafiel. Já conta com seis marcados e quatro assistências. Dotado de uma capacidade física extraordinária, à qual alia a velocidade e o bom toque de bola. A parceria com André Silva faz tremer qualquer defesa, sendo que juntando João Mendes à equação, o grau de imprevisibilidade do ataque vimaranense ganha ainda mais força.

Jota Silva (Imago)

O que disse Álvaro Pacheco: «A Taça é mesmo isso, não há tempo para recuperar, é a eliminar. Aqui se vê a mentalidade de campeões que vamos ter de aplicar para passarmos. Todas as eliminatórias são finais e as finais são para se ganhar. Vamos defrontar um adversário que nos vai causar dificuldades. Temos de olhar para as incidências do jogo e perceber a forma como temos de as ultrapassar.»

Penafiel

Sistema: 3x5x2

Onze Provável: Pedro Silva; Rúben Pereira, João Miguel e Leandro Teixeira; Robinho, João Oliveira, Diogo Batista, Filipe Cardoso e João Silva; Gabriel Barbosa e Adílio Santos.

Castigados: Nada a registar

Lesionados: Nada a registar

Figura: Robinho. O extremo que também joga como lateral-direito, tal como tem feito nos últimos encontros do Penafiel, já leva seis golos nesta temporada. Um jogador veloz que tem provado ser competente em frente à baliza. Na Taça de Portugal apontou metade (três) dos golos que apontou até ao momento, tendo feito os restantes na 2.ª Liga. Também soma duas assistências para os companheiros. Robinho foi utilizado em 20 jogos, perfazendo um total de 1.766 minutos.