Sporting: O onze para Vizela
Coates deverá voltar à titularidade em Vizela

Sporting: O onze para Vizela

NACIONAL17.01.202419:12

Gonçalo Inácio vira à direita na volta de Coates: capitão pronto para ser titular e jovem internacional português pode mudar de sítio na defesa; poucas mudanças na equipa para jogo com Vizela

O Sporting joga esta quinta-feira com o Vizela, no Minho, às 20.45 horas, encontro da 18.ª jornada do campeonato, e Rúben Amorim não deve apresentar um onze muito diferente daquele que no sábado iniciou o jogo com  o Chaves (3-0). A mudança deve acontecer na defesa, com Sebastián Coates a voltar à titularidade, para o centro do trio de centrais, o que pode implicar a deslocação de Gonçalo Inácio para a direita, no lugar que foi de Eduardo Quaresma em Trás-os-Montes. Matheus Reis, neste cenário, manterá o estatuto de titular na esquerda do trio defensivo. Antonio Adán joga à baliza.

Gonçalo Inácio foi esta época 26 vezes a jogo pelo Sporting, 23 como titular, preferencialmente a começar no lado esquerdo. Quando no onze inicial, jogou 17 vezes no lado canhoto, cinco no meio e uma vez mais adiantado, no meio-campo. Nunca ainda à direita, o que pode acontecer esta quinta-feirano terreno do Vizela — porque Coates, recuperado de lesão, jogou a segunda parte em Chaves mas desta vez o capitão prepara-se para assumir o comando do trio desde início e porque Matheus Reis tem estado em evidência pela esquerda; recorde-se que Diomande está no Campeonato Africano das Nações pela Costa do Marfim, enquanto St. Juste ainda não tem ritmo competitivo para ser opção.

E poderá ser esta, na defesa, a única alteração que o treinador leonino reserva para o encontro da jornada 18. O que significa que na linha de quatro no meio-campo nada deve mudar, com Pedro Gonçalves a manter a posição no miolo, tal como em Chaves — marcou o terceiro golo dos verdes e brancos, aos 56’ —, uma vez que Morita está ao serviço da seleção do Japão na Taça Asiática. Hjulmand será o outro elemento do miolo. Nas alas, sem o moçambicano Geny Catamo, também no CAN, assume Esgaio a direita e Nuno Santos a esquerda.

Na frente, Gyokeres tem lugar cativo, apesar de ter ficado em branco em Chaves, onde Trincão foi o melhor e marcou, tal como Paulinho. Fica o trio, com Edwards, recuperado de gripe, a poder ter minutos.