MP de Barcelona pede 9 anos de prisão para Daniel Alves
Daniel Alves

MP de Barcelona pede 9 anos de prisão para Daniel Alves

INTERNACIONAL23.11.202315:03

Ex-jogador está acusado de delito sexual

O Ministério Público de Barcelona pediu esta quinta-feira 9 anos de prisão para Daniel Alves, avança a agência Efe. O jogador está acusado de delito sexual com violação, ocorrido na noite de 30 de dezembro do ano passado na discoteca Sutton, em Barcelona.

A acusação apresentada em tribunal pede também uma indemnização de 150 mil euros para a vítima de 23 anos, por danos morais e psicológicos.

Alves está detido desde janeiro e por duas vezes foi-lhe negada liberdade condicional, depois de ter apresentado pelo menos quatro versões sobre o sucedido. 

No início de agosto, a juíza encarregue do caso de violação imputado ao internacional brasileiro decidiu acusar formalmente o jogador de 40 anos de agressão sexual e irá mesmo a julgamento pela alegada violação de uma jovem de 23 anos, aguardando data de julgamento.

Ao longo dos meses, Daniel Alves deu várias versões sobre o que aconteceu, sendo a primeira de quem nem conhecia a jovem. Quanto ao que aconteceu numa das casas de banho da discoteca Sutton naquela noite, defendeu a sua inocência numa entrevista ao jornal La Vanguardia, admitindo uma relação sexual na discoteca. Embora tenha inicialmente afirmado não conhecer a queixosa, as provas de videovigilância levaram Alves a confessar ter tido uma relação sexual, que descreveu como «consensual». Exames hospitalares revelaram vestígios de esperma no corpo da jovem, e análises científicas detetaram-no nas roupas da alegada vítima e no chão do WC.