Júlio Romão, médio do Qarabag: «Vai ser um grande jogo e resolvido nos detalhes»
Júlio Romão já atuou no Santa Clara (FOTO: Imago)

Júlio Romão, médio do Qarabag: «Vai ser um grande jogo e resolvido nos detalhes»

NACIONAL14.02.202418:51

Médio brasileiro, que atuou duas temporadas no Santa Clara, conhece bem os pontos fortes do SC Braga, mas acredita que a experiência da sua equipa nas competições europeias poderá ser importante para este confronto.

O que espera deste jogo frente ao SC Braga?

- Vai ser um grande dia, não só para mim, mas para outros jogadores que passaram em Portugal. Sabemos que o SC Braga é forte, apesar da última derrota, sabemos que é uma equipa muito boa. Treinamos bem para estarmos preparados para fazermos um bom jogo frente a este adversário.

Que tipo de jogo espera, dividido ou com um SC Braga mais controlador?

- Vai ser um jogo dividido, de detalhes que podem resolver o jogo. Estamos num bom momento, jogamos há muitos anos na Liga Europa e temos experiência, mas o SC Braga tem bons jogadores. Vai ser um grande jogo e resolvido nos detalhes. A vitória pode cair para qualquer um dos lados.

Tendo jogado em Portugal [Santa Clara], o treinador pediu algum tipo de informação?

- Não pediu informações, mas já assistimos a vídeos do SC Braga a jogar, por isso o míster falou do estilo do SC Braga que é ofensivo e que gosta de ter a bola. A mim não pediu nada em concreto.

Para quem desconhece, como caracteriza a equipa do Qarabag?

- Jogamos muito no contra-ataque, também gostamos de ter a bola, mas o nosso ponto forte é o contra-ataque. Nos últimos tempos, na Liga Europa, procuramos ter mais a bola e fazer com que o adversário se sinta pressionado, pois procuramos recuperar a posse muito rápido e mal recuperamos saímos muito depressa para o ataque.

Que jogadores do SC Braga podem ser mais perigosos? A experiência com o Leverkusen na fase de grupos de que forma pode ser semelhante?

- Gosto muito do Al Musrati que acabou de sair, era o meu jogador preferido. Do Bruma e do Djaló, os dois extremos muito ofensivos que procuram sempre o golo e também ajudam na parte defensiva. Já o jogador mais perigoso, normalmente, é o Banza. O Leverkusen é diferente, controlam a bola de uma forma absurda e pressionam também de forma absurda. O SC Braga é diferente, mas é uma equipa grande e acredito que não vá ser como em Leverkusen, mas vai ser complicado para nós.