Figueirenses encerram portas e abandonam futebol

Naval 15:46
Por Rogério Neves
Atletas e familiares da Naval 1º de Maio foram, esta sexta-feira, surpreendidos com o anúncio por parte do clube da desistência da equipa de futebol sénior (SAD) que iria competir na Divisão de Honra da AF Coimbra, bem como da desistência dos campeonatos nacionais das equipas de Juniores A (1.ª Divisão), Juvenis e Iniciados.

As explicações e justificações para esta decisão foram dadas por Vera Azul, representante de Aprigio Santos – único dirigente do clube - alegando «falta de condições económicas» para a manutenção das equipas.

Esta decisão deixa o clube figueirense com 124 anos (5.º clube mais antigo do País) sem qualquer representatividade desportiva e assoberbado por dívidas.

Recentemente foi alvitrada a possibilidade da existência de um investidor colombiano, que, entretanto, desistiu logo que a Câmara Municipal retirou o Estádio ao clube por falta de cumprimento protocolar no que diz respeito à cedência das instalações.

Foi o fim trágico de um clube que entre 2005 e 2010 militou no principal escalão do futebol nacional.

A PAIXÃO CONTINUA EM CASA


O momento particular que vivemos determina a permanência das pessoas em casa além do fecho de todas as lojas comerciais alterando dramaticamente os hábitos das pessoas no que toca à leitura e ao acesso à informação.

Neste momento de grandes dificuldades para todos, estamos a trabalhar a 100% para continuar a fazer-lhe companhia todos os dias com o seu jornal A Bola , o site ABOLA.pt e no canal A Bola Tv.

Mas este trabalho só vale a pena se chegar aos seus clientes de sempre sem os quais não faz sentido nem é economicamente sustentável.

Para tanto precisamos que esteja connosco, que nos faça companhia, assinando a versão digital de A Bola e aproveitando a nossa campanha de assinaturas.

ASSINE JÁ

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias