Nadal sobre o fim da carreira: «Não consigo prever esse tipo de coisas»
Rafael Nadal (IMAGO)

Nadal sobre o fim da carreira: «Não consigo prever esse tipo de coisas»

TÉNIS29.12.202312:58

O tenista espanhol falou das suas ambições após um ano de ausência

Rafa Nadal esteve reunido com centenas de fãs no centro da cidade australiana de Brisbane, onde respondeu a várias perguntas sobre o seu regresso aos courts, depois de quase um ano afastado.

«Sinto-me bem, muito melhor do que esperava. Não tenho queixas», começou por dizer o tenista maiorquino, que está ciente das dificuldades que vai encontrar neste seu regresso à competição.

«Vai ser um processo difícil no início. Afinal, não entro num court há um ano. Estou a treinar há um mês com intensidade. Não digo que nada é impossível, mas estar aqui é já uma vitória", disse em declarações divulgadas no site oficial do torneio de Brisbane.

«Tenho de aceitar adversidades, sabendo que as coisas não serão perfeitas no início. Tenho que manter a atitude certa e o espírito de superação», disse Nadal.

Rafael Nadal, de 37 anos, foi ainda confrontado com o fim de carreira, contudo, o tenista espanhol preferiu não fazer previsões.

«Não sou um jogador que consiga prever esse tipo de coisas. Também não me proponho metas a longo prazo, porque não me vejo a jogar há muito tempo. Vou dar-me a oportunidade de ser mais competitivo à medida que a temporada avança», disse.

O tenista maiorquino destacou o que mais sentiu falta em todo este período de ausência.

«Quando não podes competir, perdes o ritmo. O que eu senti mais falta foi provavelmente a sensação de estar pronto para competir»

Nadal já completou um dia de treinos, tendo partilhado o court com o dinamarquês Holger Rune. Na madrugada de sexta-feira para sábado, Nadal, que não é cabeça-de-série, conhecerá o seu primeiro adversário.