FC Porto vence contra 'vizinhos' de Gaia e coloca pressão no Sporting
Diogo Rêma tem estado em destaque na equipa de andebol do FC Porto no início de época (IMAGO)

FC Porto vence contra 'vizinhos' de Gaia e coloca pressão no Sporting

ANDEBOL03.12.202300:01

Vitória deixa os dragões em igualdade pontual com o clube de Alvalade, que tem menos um jogo

O FC Porto recebeu a formação de Gaia no Dragão Arena e venceu por 32-20, em partida a contar para a 14.ª jornada do Campeonato Placard Andebol 1. O conjunto de Carlos Resende procurou recuperar da derrota assinada para a Liga dos Campeões frente aos dinamarqueses GOG e o adversário nortenho era oportunidade perfeita para isso mesmo.

Apesar de entrada adormecida, os campeões nacionais acordaram para ao fim de 15 minutos estabeleceram vantagem de seis golos (12-6) e no fim da primeira parte vencia já por 19-10.

Na reentrada do embate, os azuis e brancos entraram em modo gestão, que quase se mostrou alarmante. O penúltimo classificado foi recuperando a desvantagem - reduziu para 24-18 aos 18 minutos -, e terminou a dois golos da formação caseira (32-30).

Com este resultado, o FC Porto passa a somar 39 pontos, fruto de 12 triunfos, um empate e uma derrota, e igualando o Sporting - com menos um jogo - no topo da liga.

Duelos a meio da tabela

O ABC bateu o Belenenses por 30-25 e continua na perseguição do Benfica, na terceira posição. A equipa de Braga soma agora 32 pontos, menos dois do que os encarnados (32pts.). No entanto, a formação minhota também está de olho nos clubes nos lugares abaixo.

Em quinto, aparece o Águas Santas (30 pts.) que somou três pontos muito importantes no duelo frente ao 6.º classificado, o Marítimo (22-20), num jogo em que as defesas sobrepuseram-se ao processo atacante. Pedro Cruz, central de 39 anos do clube maiato, foi o melhor marcador com 6 golos.

O Vitória de Guimarães olhou com interesse para o resultado desta partida. Com a derrota do conjunto madeirense, os vimaranenses colocam-se um ponto atrás do clube do Funchal, por mérito também da deslocação vitoriosa ao reduto do Artísitca de Avanca (32-20).