Volta à Catalunha: Kaden Groves acertou contas com 'sprinters'

Ciclismo Volta à Catalunha: Kaden Groves acertou contas com 'sprinters'

CICLISMO23.03.202318:50

Confirmaram-se as previsões para a única etapa que poderia ser disputada ao sprint, com o australiano Kaden Groves (Alpecin) a bater o francês  Bryan Coquard (Cofidis) carimbando a primeira vitória da temporada.

A classificação geral manteve-se inalterada, com Primos Roglic (Jumbo) em primeiro e em igualdade de tempo com Remco Evenepoel (Soudal), João Almeida (Emirates) ocupa o 5.º lugar com o mesmo tempo de Mikel Landa (Bahrain) ambos 44 segundos do esloveno.

A única dificuldade da 4.ª etapa entre Llívia e Sabadell com 188,2 km,  residia na contagem de montanha de 3.ª cat. instalada a 28 km da meta, que foi ultrapassada sem problemas porque ninguém se mostrou disponível para entrar em aventuras. O guião da corrida resumiu-se à fuga Peters (AG2R), Juul-Jensen (Jayco), De la Cruz (Astana), Traeen (Uno-X) e Adrià (Kern Pharma), que conseguiram uma diferença de cinco minutos, que aos poucos se foi esfumando, sendo anulados quando já se avistavam as torres das igrejas  de Sabadell. No sprint disputado a metro, Kaden Groves conseguiu impor-se e sair vitorioso na Catalunha, com Rui Oliveira (Emirates) a cortar a meta em 12.º lugar, com João Almeida (Emirates) na 43.º posição, ambos com o mesmo tempo do vencedor.

A etapa de hoje com final em Lo Port contagem de categoria especial, será decisiva para os ciclistas que discutem  pódio e para os que se encontram na discussão dos cinco primeiros lugares, onde se inclui João Almeida. A subida com 8,4 km apresenta um desnível médio de 9 % e rampas que atingem 20%, sem pontos mortos que permitam recuperar energias, com a meta situada a 980 metros de altitude.

Vídeos

shimmer
shimmer
shimmer
shimmer