Sporting: quando volta Pedro Gonçalves
Pedro Gonçalves e Rúben Amorim em Bérgamo, onde o Sporting volta a jogar na quinta-feira. MIGUEL NUNES

Sporting: quando volta Pedro Gonçalves

NACIONAL08.03.202408:45

Contrarrelógio para recuperar o avançado a tempo de poder jogar em Arouca; recuperação está a... 50 por cento; prioridade é o campeonato mas a prudência pode apontar a Bérgamo

Contrarrelógio para recuperar Pedro Gonçalves a tempo do jogo com  o Arouca - domingo às 18 horas. O avançado de 25 anos falhou o encontro com a Atalanta, devido a mialgias, e continua em dúvida para a partida da 25.ª jornada do campeonato. Apesar de não ser uma lesão, a prudência pode apontar um regresso apenas para o jogo de Bérgamo. Está nas mãos de Rúben Amorim.

«Vamos fazer o máximo para recuperá-lo, como não tem lesão propriamente dita, depende muito da parte clínica, da forma como ele se sente e daquilo que nós achamos dele, da avaliação que faremos dele nestes próximos dias, portanto não há lesão», explicou o treinador do Sporting na véspera do encontro com a Atalanta, 1.ª mão dos oitavos de final da Liga Europa, em Alvalade, que terminou com empate 1-1.

Esta quinta-feira o plantel leonino gozou folga e esta sexata o camisola 8 dos leões vai ser reavaliado. Pelos dados recolhidos por A BOLA, a recuperação está nesta altura a 50 por cento, pelo que há dois dias de treinos/tratamentos para recuperar o jogador. A prioridade leonina, assumida desde sempre pelo treinador, é o campeonato. Mais do que a Liga Europa. Por isso o contrarrelógio para tentar ter o avançado na próxima ronda. Porém, se este sábado na hora de seguir viagem para Arouca, Pedro Gonçalves tiver de forçar a ida a jogo, poderá mandar a prudência esperar uns dias até ao jogo de Bérgamo, da segunda mão dos oitavos da Liga Europa...

Por isso dizemos que está tudo nas mãos de Amorim, que naturalmente discutirá a situação com o jogador e o departamento médico dos leões. Porque não sendo lesão, esforço extra, porém, poderá conduzir a problema maior, algo que se quer sempre evitar, mais ainda nesta fase da época, que está a entrar na zona de decisões.

Mexidas no onze

O regresso de Pedro Gonçalves às opções significará alteração no trio de ataque sportinguista. Gyokeres, naturalmente volta também ao onze, o que só por si já obrigara o técnico a mexer na frente, com Pote serão então duas as mudanças, que não passam pela saída de Trincão, em excelente forma. Ou seja, com Pedro Gonçalves, o trio de ataque fica completo com o sueco e o camisola 17; sem Pote, a vaga em aberto será ocupada por Paulinho - marcou o golo sportinguista no encontro com os de Bérgamo - ou Marcus Edwards, com a vantagem a cair para o lado do português.

Expectativa por Gonçalo Inácio

Com os jogadores a necessitarem de gerir a condição física, tal a sobrecarga de jogos em tão curto espaço de tempo (ver página 12), mais alterações estão previstas por Rúben Amorim, relativamente ao encontro com a Atalanta. Não na baliza, onde continua Israel, dada a indisponibilidade de Adán, lesionado. Mas na defesa espera-se pela possibilidade de Gonçalo Inácio poder também reaparecer após problema muscular. Com o português, Diomande (que está na lista da Juventus, ver peça em baixo) volta à direita; sem o português continua à esquerda, com St. Juste e Quaresma a discutirem o outro lado. Coates joga ao meio.

Na linha de quatro no meio-campo, Hjulmand volta ao miolo para jogar com Morita. Nuno Santos deve regressar à esquerda, dúvida na outra ala entre Esgaio e Geny Catamo.

Vídeos

shimmer
shimmer
shimmer
shimmer