«Quando ouço dizer que há muito futebol… precisamos de muito mais»

FIFA «Quando ouço dizer que há muito futebol… precisamos de muito mais»

INTERNACIONAL16.03.202315:17

Gianni Infantino foi esta quinta-feira reeleito como presidente da FIFA por aclamação. Agora no cargo até 2027 (sucedeu a Sepp Blater em 2016), aproveitou para responder às críticas e teve os media como alvo. Disse também que «o mundo precisa de mais futebol».

«Não entendo por que me criticam a mim e à FIFA. Não entendo porque é que alguns jornalistas são tão maldosos. Talvez eu vos fale poucas vezes.. Talvez tenham acesso a poucas fugas de informação», disse.

«Alguém disse que a FIFA era o Robin dos Bosques do futebol, mas não roubamos os ricos; ajudamos os pobres a terem acesso ao futebol», sublinhou. E por isso mesmo disse que o Mundo precisa de mais futebol, numa em que a FIFA acaba de aprovar o alargamento do Mundial a 48 seleções:

«Quando ouço dizer que há muito futebol… sim, talvez em alguns lugares, mas não em todo o lado. Na verdade, na maior parte do mundo não se joga futebol o suficiente. Precisamos de muito mais futebol e não menos competições, queremos que o futebol se desenvolva em todo o mundo. Estamos a discutir a organização de um Mundo de Clubes feminino e um World Series em março a cada dois anos.»

E voltou à imprensa: «Há ataques pessoais contra mim. Porquê? Não precisam me amar, de me adorar. Peço que se atenham aos factos. Por que dão plataforma às pessoas que criticam a FIFA? Falar em corrupção é uma acusação grave (...) Tinha de dizer isto hoje. Trabalho muito com a minha equipa e fui reeleito depois de ter recebido mais de 200 cartas favoráveis à minha candidatura.»

Apesar da limitação de 3 mandatos de 4 anos, Infantino poderá manter-se até 2031, considerando que o primeiro período, de três anos, não entra para a contagem por estar incompleto.

Vídeos

shimmer
shimmer
shimmer
shimmer