Português João Mota mantém  invencibilidade no Al Hussein

Jordânia Português João Mota mantém invencibilidade no Al Hussein

INTERNACIONAL02.06.202320:46

Duas vitórias e dois empates é, agora, o registo do treinador português João Mota, de 56 anos, à frente Al Hussein, 3.º classificado (em igualdade pontual com o 2.º) do último campeonato da Jordânia, depois da goleada de 5-0 imposta, esta sexta-feira, frente ao Shabab Al Ordon, em jogo da 4.ª jornada da Shield Cup (torneio de início de época que antecede o arranque do campeonato e que reúne todas as equipas profissionais do primeiro escalão). 

Com sede na cidade de Irbid, o Al Hussein, fundado em 1964 e que conta com uma supertaça e três taças da liga no palmarés, pretende assumir-se, esta época, como candidato ao título. 

Neste desafio na Jordânia e no regresso ao futebol árabe depois de nas últimas épocas ter participado nas campanhas do bicampeonato do Al-Hilal Omdurman, no Sudão, e de ter liderado o clube na Liga dos Campeões Africanos, JoãoMota conta, na equipa técnica, com os assistentes portugueses Marco Delgado, que já o acompanhou em anteriores experiências, e Sandro Medeiros.

Antes da vitoriosa experiência africana, recorde-se, João Mota tinha trabalhado no Brasil (Aparecidense, Guarulhos, Portuguesa dos Desportos, Rio Branco e Tigres do Brasil), Emirados Árabes Unidos (Hatta Club, Dibba Al-Hisn e Al Khaleej) e Arábia Saudita (seleção olímpica e sub-20). Como futebolista, fez a formação no Barreirense e no Sporting, chegou a representar a então Seleção Nacional B, e jogou, entre outros, no «O Elvas», União da Madeira, União de Leiria e Torreense.

Vídeos

shimmer
shimmer
shimmer
shimmer