Peseiro lamenta o que aconteceu a Roger Schmidt e recorda: «Em Alvalade ouvi muitas vezes…»
José Peseiro na segunda passagem pelo comando do Sporting (IMAGO / ZUMA Wire)

Peseiro lamenta o que aconteceu a Roger Schmidt e recorda: «Em Alvalade ouvi muitas vezes…»

NACIONAL14.12.202312:25

Atual selecionador da Nigéria defende que os treinadores devem tentar «manter o equilíbrio»

José Peseiro lamentou que adeptos do Benfica tenham arremessado objetivos contra Roger Schmidt na Luz, no jogo com o Farense. Ainda assim, não se mostrou surpreendido.

«Tenho noção que cada vez mais os treinadores são algo que este negócio serve… Enquanto serve, serve, quando não serve, não serve… Já me disseram isto… que 75 por cento do vencimento era para suportar a angustia e frustração de todos aqueles que suportam a equipa e o resto era do trabalho. Um treinador tem essa responsabilidade. Por vezes colocam-se os treinadores no céu quando estes ganham ao serviço de clubes como Benfica, Sporting ou FC Porto, e se calhar não merecem. Há mais gente importante na humanidade, que descobre coisas incríveis para a saúde, bem-estar e não são tão falados. Depois há o contrário, que foi o que aconteceu ao Schmidt. Devemos manter o equilíbrio», afirmou, em entrevista ao podcast 'Ontem já era tarde', da SIC Notícias.

O atual selecionador da Nigéria recordou ainda 2004/2005, quando passou pela primeira vez pelo banco do Sporting.

«Passei alguns momentos difíceis e quando estava a fazer um excelente trabalho. Mas também é quando se criam expectativas muito grandes que se podem promover estes atos de maior intolerância. Lembro-me no Sporting. Quando cheguei, ainda longe de chegar à final da Taça UEFA… e chegámos e quase, lá está o quase, a vencer tudo, lembro-me de ouvir nas bancadas: ‘Peseiro, cabrão, pede a demissão’.  Cantava-se em Alvalade, nas claques, não sei se se espalhava pelo resto. Não era mandar coisas como foi ao Schmidt. Havia ali um foco de tensão entre o presidente… que me chegou a dizer que eu era uma arma de arremesso contra ele. E por isso também pedi a demissão. Estou a falar no primeiro ano. Depois chegámos ao final da competição quase a ganhar tudo», atirou.