Kroos reage com ironia aos assobios sauditas: «Confirmam que estava certo»
Toni Kroos elogiado pela sua postura em campo (Foto: IMAGO/AFLOSPORT)

Kroos reage com ironia aos assobios sauditas: «Confirmam que estava certo»

INTERNACIONAL17.01.202410:49

Médio vaiado na Supertaça de Espanha, depois de ter proferido declarações em que deixou críticas à Arábia Saudita

Toni Kroos foi assobiado na Arábia Saudita, onde se jogou a Supertaça de Espanha, que o Real Madrid venceu – derrotou Atlético Madrid nas ‘meias’ e Barcelona na final –, sempre que tocava na bola, em ambos os jogos. Refira-se que o médio tem sido muito crítico em relação à «falta de direitos humanos» na Arábia Saudita e à ida de jogadores jovens para aquele campeonato.

«Foi algo novo e emocionante. Poderias sentir empatia com alguém que vivencia isso frequentemente nos jogos fora de casa. Foi uma experiência nova, algo que nunca tinha vivido, mas não queria perder», começou por dizer, em jeito de ironia, em conversa com o irmão no podcast Einfach mal Luppen.

O internacional alemão confessou que não pensou que as vaias fossem apenas para si.

«Não esperava nada disso. Nem pensei que fosse para mim. Não acho que seja bom para os jovens irem para a liga saudita e desistir do seu desenvolvimento e dos jogos grandes e de alto nível na Europa. Poderia jogar na Europa em vez de optarem pelo dinheiro da liga saudita. Foi o que eu disse há cerca de meio ano e para mim já estava esquecido. Percebi no fim da primeira parte que os assobios eram só para mim. No começo não achei isso. Então olhei para a bancada e percebi: ‘Isto é para ti, só para ti’. Posso dizer, do fundo do meu coração, que não me incomodou, nem afetou a minha forma de jogar, pelo contrário, foi bastante divertido», prosseguiu.

Toni Kroos (IMAGO)

«Pensava de vez em quando, quem aguenta mais? Com o tempo podia tornar-se aborrecido e no final reparei que havia cada vez menos sorrisos da parte deles (risos). Os assobios confirmam o que eu disse. Provavelmente estava certo. O engraçado é que o estádio estava completamente branco e com adeptos do Real Madrid. Tiveram que se resolver entre eles. 'Ele joga no meu clube'... Mas 15 mil ou 20 mil decidiriam não assobiar. É essa a piada… todos aqueles que me assobiaram eram adeptos do Real Madrid», completou.