«Jogadores deixam o ego em casa para servir o Palmeiras»
Abel Ferreira acusado pelo Al Sadd de não cumprir pré-acordo (Foto: IMAGO / TheNews2)

«Jogadores deixam o ego em casa para servir o Palmeiras»

INTERNACIONAL06.05.202407:20

Abel Ferreira comenta vitória sobre o Cuiabá e gesto de Rony

Depois de três jogos sem vencer (uma derrota e dois empates), o Palmeiras voltou aos triunfos, batendo o lanterna vermelha Cuiabá, ainda sem Petit no banco, por 2-0.

Abel Ferreira considerou a vitória justa e destacou a união do grupo e a sua resistência a jogar com mais calor do que o que estão habituados.

«Acho que fizemos um jogo maduro, inteligente, na casa de um adversário que precisava de ganhar. Fez uma troca de treinador e queriam mostrar-lhe vontade, qualidade. Fizemos um jogo bom, com paciência. Hoje enfrentamos dois adversários, o Cuiabá e o calor, que não estamos acostumados a estas temperatura. Acho que foi uma vitória justa», resumiu Abel Ferreira. «Em pontos, como estamos? Estamos a dois pontos do primeiro, não está mal», avaliou ainda.

O jovem Estêvão, de apenas 17 anos, marcou o penálti que deu o 2-0, com o veterano Rony a dar-lhe a bola para marcar. «Como em outros momentos, acho que reflete o espírito desta equipa, que quer muito ganhar, fazer golos, mas deixa o ego em casa para servir o Palmeiras. Foi um gesto bonito e reflete o espírito da equipa», avaliou.

«Futebol é como Fórmula 1, cada jogo é como uma pista diferente, não somos o melhor ataque, mas somos uma das melhores defesas», referiu também.