Erro da federação na contagem de amarelos tirou quatro jogadores a Gustavo Poyet
Foto: IMAGO

Grécia Erro da federação na contagem de amarelos tirou quatro jogadores a Gustavo Poyet

No último domingo, a Grécia goleou Gibraltar, por 5-0, na sexta jornada do grupo B de qualificação para o Euro-2024, resultado para o qual não contribuíram Konstantinos Tsimikas, Petros Mantalos, Dimitrios Kourbelis e Manolis Siopis, todos titulares na partida anterior, diante dos Países Baixos.

A ausência deste quarteto causou estranheza porque nenhum dos jogadores foi dado como lesionado, mas, agora, a federação da Grécia explicou que tudo se tratou de um erro na contagem dos cartões amarelos.

Os responsáveis deram como certa a suspensão dos quatro jogadores para o encontro com Gibraltar depois de terem todos visto, no jogo com os neerlandeses, o segundo cartão amarelo nesta fase de apuramento. O problema, na ótica dos helénicos, é que a suspensão de um jogo só se aplica ao terceiro cartão amarelo, o que tirou os jogadores das opções de Gustavo Poyet sem que tal fosse necessário.

Kostas Konstantinidis e Takis Fyssas (antigo lateral-esquerdo do Benfica e hoje diretor técnico da seleção grega) assumiram o erro administrativo, sublinhando, no comunicado, que, face ao resultado avolumado, «não houve consequências práticas».

0

Vídeos

shimmer
shimmer
shimmer
shimmer