Destaques do Vizela: Samu como farol foi sucesso (quase) garantido
Samu Silva, do Vizela, celebra o golo apontado em jogo pela Liga de futebol, com o companheiro Rafael Bustamante nas proximidades. Foto: Maciej Rogowski/Imago.

Destaques do Vizela: Samu como farol foi sucesso (quase) garantido

NACIONAL06.01.202419:32

Capitão vizelense liderou a equipa rumo à reação após o intervalo, marcando um golo de belo efeito e quase encaminhando a equipa para a reviravolta e o desejado êxito

Figura - Samu Silva (7)

A sua constante movimentação permite ao Vizela transitar entre sistemas e criar espaços para os seus companheiros, em especial aqueles que entravam pelas alas. Foi o líder que a equipa precisava e fê-lo também marcando, numa excelente execução técnica logo no início da segunda parte.

Ao segundo jogo ao comando do novo treinador, Rubén de la Barrera, o Vizela transmitiu sensações agradáveis. Guiado pela dinâmica de Samu no seu meio-campo ofensivo, os minhotos foram de menos a mais, após uma entrada pouco conseguida e um golo sofrido a frio.

O Vizela subiu de produção com a entrada de Matheus Pereira, que entrou para render o lesionado Jardel, e a esquerda vizelense tornou-se uma força a temer face à coordenação entre o brasileiro e o lateral Orest Lebedenko.

O ucraniano revelou-se seguro a defender e preciso a atacar tal como o companheiro da lateral contrária, Tomás Silva, que deu margem a que Matías Lacava fosse perigo constante na ala direita e a flectir para dentro com várias combinações com o criativo e inteligente Diogo Nascimento.

As notas dos jogadores do Vizela: Fabian Buntic (6), Tomás Silva (6), Bruno Wilson (6), Anderson Jesus (5), Orest Lebedenko (6), Rafael Bustamante (5), Diogo Nascimento (6), Samu Silva (7), Matías Lacava (6), Jardel Silva (3), Samuel Essende (5), Matheus Pereira (6), Abdul Awudu (4), Jota Gonçalves (3) e Hugo Oliveira (-)