Casa Pia: Pedro Moreira sentiu «resposta muito positiva da equipa» na preparação para o SC Braga
A equipa do Casa Pia, reunida no relvado para jogo pela Liga de futebol. Foto: Odyssey/Imago.

Casa Pia: Pedro Moreira sentiu «resposta muito positiva da equipa» na preparação para o SC Braga

NACIONAL29.12.202318:50

Técnico dos 'gansos' atribui natural favoritismo aos bracarenses, mas acredita nas possibilidades da sua equipa e vislumbrou boa resposta dos seus comandados na preparação para a partida durante a semana

No regresso a Rio Maior, o Casa Pia terá pela frente uma difícil tarefa de enfrentar o Sporting de Braga, para a qual o técnico dos gansos, Pedro Moreira, não deixa de olhar com ambição e com o sentimento de que poderá mesmo bater o pé a um poderoso oponente, com ambições bem distintas da equipa que comanda… e ao qual o conjunto lisboeta até já conseguiu impor uma igualdade, ainda que em condições distintas – diferente competição, local e até… treinador (estava ainda Filipe Martins ao comando).

Pedro Moreira espera conseguir obter resultado idêntico ao 1-1 alcançado em Braga, a 1 de novembro, pela Taça da Liga, assegurando que o plantel que comanda muito tem trabalhado para o fazer. 

«Tenho de reconhecer que trabalhamos afincadamente para conseguir algo positivo para a nossa equipa e o que senti esta semana da minha equipa foi uma resposta muito positiva para isso e vamos à procura de algo bom para nós», assegurou o técnico dos gansos, na conferência de antevisão ao desafio agendado para este sábado, no qual reconhece com naturalidade o favoritismo que se atribui aos bracarenses, que disputam os lugares cimeiros da classificação da Liga.

Pedro Moreira assumiu que este será, à imagem da recente deslocação ao reduto do FC Porto, há três semanas, um encontro de cariz diferente, no qual a organização defensiva será fulcral. «Temos de ter a noção de que se calhar, como na preparação do jogo no Dragão, vamos passar mais tempo a defender do que a atacar, mas quero pensar que a identificação dos princípios da equipa e do que pretendemos que esta faça com e sem bola vão ser claras e vão ser realmente também a nossa imagem de marca», antecipou.

Tanto para a receção ao SC Braga como para a restante temporada, o equilíbrio defensivo será chave para o sucesso do conjunto lisboeta, que divide a sexta melhor defesa da Liga e pretende manter esse registo, estipulando o resultado final como a grande prioridade. «Se eu marcar mais que sofrer, à partida vou ganhar três pontos (risos)…e o meu foco é esse – enquanto treinador, para o meu processo defensivo ser coerente, não posso sofrer golos e temos de estar sempre organizados», assumiu.

A apenas quatro dias da reabertura do mercado, o técnico casapiano não esconde que este será importante para a segunda metade da época, dependendo da forma como for abordado e assumiu que pode ser «uma oportunidade ou uma ameaça», mas não se mostrou preocupado, colocando todo o seu foco na receção aos bracarenses.

«Na minha opinião, e pela experiência que tenho ao nível de futebol, não só como treinador principal como também como adjunto, é muito importante entender o que o mercado nos vai dar. Pode ser uma oportunidade ou uma ameaça para nós enquanto equipa e enquanto clube, mas acima de tudo é criar uma competitividade que possa ser mais saudável para o nosso plantel em todas as situações. Confesso que neste momento não estou nada preocupado com isso», reiterou.

Por fim, Pedro Moreira deixou votos para 2024, que se aproxima. «Vou trabalhar de forma muito positiva e o compromisso que terei com os adeptos do Casa Pia é esse mesmo: é conseguirmos voar juntos, que é o lema que a nossa equipa tem, é eles reverem-se no que se passa dentro do campo, à volta dele e o espírito positivo que tenho seja transmitido para eles. Que seja um 2024 com tudo de bom, que em termos sociais é tão difícil para tanta gente», desejou.