Benfica: Tudo o que Schmidt disse antes do jogo com o Aves SAD
Roger Schmidt, Foto: IMAGO/GEPA pictures

Benfica: Tudo o que Schmidt disse antes do jogo com o Aves SAD

NACIONAL20.12.202313:39

Técnico dos encarnados mostra ambição para ganhar o encontro de amanhã e chegar à Final Four da competição

— Depois da vitória frente ao SC Braga, como vai ser a abordagem ao jogo contra o Aves SAD?

— A abordagem é muito clara, queremos chegar à Final Four. É uma competição diferente, ainda só jogámos um jogo [na competição] e a situação é muito clara, se ganharmos amanhã qualificamo-nos, é o nosso objetivo. Sabemos que é uma boa equipa, as equipas promovidas da segunda liga são muito boas. Estas equipas têm sempre qualidade e, neste caso, têm muitos jogadores experientes, pelo que ainda podem qualificar-se. Temos de estar a um bom nível, ter disciplina, e acreditamos que podemos ganhar este jogo.

— Rui Costa afirmou que o Benfica ia contratar jogadores. Que tipo de jogadores prefere e quão importante é contratar?

— Esta pergunta surge sempre antes da janela de transferências. Cada janela é uma oportunidade para melhorar, no mercado de inverno menos do que no do verão. Por vezes temos a oportunidade de contratar bons jogadores, outras vezes não precisamos. Na verdade, a janela de transferências abre duas vezes por ano, mas nós no clube discutimo-la durante todo o ano, para preparar e analisar o mercado. Neste momento, estou muito satisfeito com o plantel. Nem todos os jogadores estão a jogar ou mais alto nível neste momento, alguns estão mais no banco, mas durante a época isso pode mudar, como vimos na época passada: alguns jogadores apareceram mais tarde na época e foram muito importantes. Alguns jogadores precisam de ter paciência. Se os jogadores não estão satisfeitos, é claro que temos de discutir o assunto, mas, neste momento, o foco está no dia de amanhã e também no jogo com o Famalicão.

— O Benfica é favorito contra o Toulouse?

— Esta pergunta segue-me para todo o lado... Não importa se somos favoritos, temos de respeitar o adversário. Eles fizeram uma época muito boa o ano passado, têm qualidade e bom espírito, qualificar-se para o futebol internacional em França não é fácil. Mostraram nos jogos internacionais que são bons, fizeram bons jogos contra o Liverpool. Claro que agora queremos qualificar-nos para a próxima fase. Trabalhámos muito e queremos continuar, temos de jogar ao mais alto nível, mas respeitando sempre cada adversário.

— Os quatro primeiros classificados jogaram entre si na última jornada. Assistiu ao clássico entre FC Porto e Sporting? Que equipa sente que está mais forte?

— A competição em Portugal é muito difícil. Penso que as equipas em Portugal são muito boas e capazes. Muito organizadas, têm bons treinadores. Há equipas muito fortes, e os jogadores também têm grande qualidade individual. O nível é alto, e nas competições internacionais as equipas portuguesas também costumam estar muito bem, nunca é fácil jogar contra equipas portuguesas lá fora. Vejo muita confirmação de que as equipas portuguesas são muito competitivas lá fora, e na Liga acontece o mesmo. Clássico? Sim, vi o jogo.

— Tem o objetivo de conquistar todos os troféus portugueses e, neste caso, a Taça da Liga, que ainda não conquistou?

— O meu objetivo é ganhar amanhã, e depois vamos continuar a tentar melhorar e disputar todas as competições em que participamos. Não tenho preferências. Sempre que começamos cada competição, queremos chegar às finais e ser a melhor equipa. É quase impossível chegar a todas as finais, mas é sempre o nosso objetivo.