Benfica: Di María arrisca castigo por declarações em Guimarães
Di María na mira da APAF IMAGO/ZUMA Wire

Benfica: Di María arrisca castigo por declarações em Guimarães

NACIONAL12.02.202417:28

Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol não gostou de críticas do argentino no final da partida e fez queixa à FPF

Di María, extremo do Benfica, está na mira da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), que não gostou das críticas no final do encontro deste domingo em Guimarães e formulou participação para o Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

«O campo não estava em boas condições, não se podia jogar, era difícil jogar e controlar a bola. Fizemos uma boa partida, merecíamos mais do que o empate. Mas, como digo sempre, estamos a jogar contra todos. Houve substituições, muitas vezes perderam tempo, o guarda-redes e outros, e houve apenas seis minutos. Contra o FC Porto e o Sporting dão 10 ou 11 minutos [de compensação]. Este ano é assim, temos de continuar a trabalhar sozinhos», disse Di María, na zona de entrevistas rápidas da Sport TV.

A reclamação da APAF está já na posse da FPF, conforme foi possível confirmar junto de fonte próxima do processo. 

Luciano Gonçalves é o presidente da APAF (Vítor Garcez/ASF)

Em causa estarão injúrias e ofensas à reputação. Di María arrisca então castigo que pode ir de 1 a 4 jogos ou multa (entre aproximadamente €1500 euros e €7600), de acordo com o artigo 158.º do Regulamento Disciplinar das competições organizadas pela Liga Portugal.

V. Guimarães e Benfica empataram a dois golos, com os campeões nacionais a empatarem perto do fim, por Arthur Cabral, que beneficiou de assistência de Di María.