«Qual é a necessidade de todas as esquisitices? Sinto-me perdido», critica Verstappen
Max Verstappen deixou sugestões ao formato (Foto: IMAGO/PanoramiC)

«Qual é a necessidade de todas as esquisitices? Sinto-me perdido», critica Verstappen

MOTORES04.01.202411:56

Tricampeão mundial critica regras imprecisas e pede mudanças nos 'sprints'

Max Verstappen, tricampeão mundial de Fórmula 1, deixou críticas aos formatos das corridas, defendendo que as regras são pouco precisas e deveriam ser alteradas.

«Qual é a necessidade de todas essas esquisitices? Chego a perguntar-me quais são as regras agora. Sinto-me perdido, é como um circo», começou por afirmar o piloto, em declarações à Auto Motor und Sport.

«Disse sempre que entendo a vertente comercial, mas o meu ponto de vista é o de um piloto puro. O sprint tira um pouco de magia. Quando era criança e ligava a TV, perguntava-me o que aconteceria na corrida, vendo a Red Bull, a Mercedes e a Ferrari. O sprint, por outro lado, permite saber mais ou menos o que vai acontecer no dia a seguir, exceto em circunstâncias especiais, como uma mudança no clima. Isso tira a emoção», observou.

O facto de o Parque Fechado entrar em vigor depois do primeiro treino livre também mereceu críticas. «Se errares, ficas preso a isso o resto do fim de semana. Aconteceu connosco no ano passado no Brasil. Este ano, tivemos dois bons finais de semana de sprint. Mesmo assim, não fiquei totalmente satisfeito», notou o holandês.

E deixou sugestões: «Se quiserem continuar com os sprints, têm de fazer alterações. Por exemplo, eu faria um Parque Fechado no sábado e outro no domingo.»