ATP anuncia ajudas para tenistas em ascensão e beneficia Henrique Rocha
Henrique Rocha, de 19 anos, é o atual campeão nacional absoluto (FPT)

ATP anuncia ajudas para tenistas em ascensão e beneficia Henrique Rocha

TÉNIS20.12.202316:50

Organização internacional vai dar entradas diretas em torneios Challenger e ATP 250, dependendo da idade e do ranking dos atletas

A ATP anunciou hoje, dia 20 de dezembro, um plano – com o nome de Programa Acelerador de Next Gen -, cujo objetivo é dar mais oportunidades aos jovens profissionais para se afirmarem no circuito. Estas ajudas entram já em vigor na temporada de 2024 e entre os elegíveis a estas ajudas está o português de 19 anos Henrique Rocha.

«Estas melhorias sublinham o empenhamento da ATP em fomentar o talento e melhorar o percurso dos jogadores», pode ler-se no comunicado emitido. Vamos perceber como.

A organização internacional definiu que os atletas denominados Next Gen são aqueles que têm até 21 anos, mas cujo ranking afeta o tipo de benefícios que podem receber. Assim, caso um jogador com 21 anos ou menos esteja no top 350 mundial, vai poder usufruir de oito entradas diretas em torneios de categoria Challenger 125 e/ou 100.

Os tenistas com 20 ou menos anos e que estejam entre os melhores 250 da modalidade vão ter as oportunidades acima descritas, mas também vão ter ao seu dispor um wildcard para uma prova ATP 250 e também duas chances de participação na qualificação destes eventos. 

Refira-se que estas ajudas apenas podem ser ‘usadas’ em semanas que tenham três ou mais torneios desta categoria. Henrique Rocha, o mais recente campeão nacional absoluto, terminou o ano na posição 246 da hierarquia mundial e, assim, está elegível para ingressar neste programa.

Outra das mudanças anunciadas pela organização internacional prende-se com um dos critérios para a qualificação das Next Gen ATP Finals, sendo este a idade máxima para poder ingressar nesse lote restrito de oito jogadores. Se em 2023 o limite se encontrava nos 21 anos, na próxima temporada este passa para todos aqueles que tiverem 20 ou menos, restringindo assim o número de jogadores elegíveis para a prova no final do ano.

O tenista luso teve um ano de rápida ascensão, uma vez que iniciou a época em 850.º ATP e está agora dentro do top-250. A mais recente conquista do jovem luso foi o campeonato nacional absoluto. Na final, derrotou o seu amigo e colega de treino, Jaime Faria (411.º ATP) em dois sets, com os parciais de 6/4 e 6/4.