Wendell: «Só espero representar bem o Brasil, como tenho representado o FC Porto»
Wendell marcou o terceiro golo do FC Porto frente ao Benfica (IMAGO)

Wendell: «Só espero representar bem o Brasil, como tenho representado o FC Porto»

NACIONAL03.03.202423:33

Lateral brasileiro do FC Porto falou no final do encontro frente ao Benfica

Como se descreve esta vitória?

- Primeiro, quero agradecer a Deus a oportunidade de vestir mais uma vez a camisola do Porto. Acho que isto é fruto do trabalho do dia-a-dia. Viemos de um resultado difícil no campeonato, empatámos no último minuto, mas hoje voltámos a mostrar a força da nossa equipa. Acho que o trabalho do míster, de todo o staff técnico e de todos os jogadores mostrou que somos muito fortes quando estamos focados e fazemos o que trabalhamos. O resultado está aí, é um jogo muito bem conseguido. Hoje conseguimos fazer cinco golos e não sofremos nenhum, que é o mais importante. Agora temos de focar no próximo jogo, que é com o Portimonense. O Benfica já passou, agora é chegar lá e fazer mais um grande jogo.

Como é que a equipa vai viver esta goleada?

- Acho que temos de comemorar hoje, temos de estar felizes no balneário, mas amanhã temos de estar focados no Portimonense. Ainda há muito campeonato e esperamos fazer mais jogos assim. Sabemos que, depois de um resultado positivo, a tendência é baixar o nível, mas trabalhamos todos os dias, sempre no máximo. O nosso staff técnico vai cobrar muito e temos de estar concentrados para fazermos mais um grande jogo e conseguirmos marcar contra o Portimonense, que é o mais importante.

Como foram as sensações por ter a tarefa de marcar jogadores importantes, como o Di María?

- Senti-me muito bem. Não só eu, mas toda a equipa estava concentrada para atacar e defender em conjunto. Por isso é que a nossa equipa é muito forte, porque trabalhamos em conjunto, e quando se defende em conjunto, tudo é mais fácil, porque o Galeno, o Evanilson, o Pepê e o Chico [Conceição] estavam a marcar lá na frente, então, tudo fica mais fácil. Hoje conseguimos isso: atacámos todos juntos, defendemos todos juntos, não sofremos golos e, lá na frente, os avançados resolveram e conseguimos sair com a vitória.

Que semana feliz: chamada à seleção do Brasil e golo frente a um rival numa vitória por 5-0…

- Acho que é mais que feliz! Como disse, agradeço muito a Deus, tenho muita fé em Jesus Cristo, sabia que a oportunidade ia chegar e sou grato a Deus por isso, mas isto também é fruto do trabalho do Sérgio Conceição com o seu staff, com todos os jogadores, o departamento médico… toda a gente me ajudou, a minha família também, então, estou a viver um momento muito feliz e tenho de agradecer a Deus e à equipa, porque só vou à seleção porque tenho grandes jogadores a meu lado, uma grande equipa técnica e só espero representar muito bem o Brasil, como tenho representado o Porto também.