SAD do FC Porto revela que novo parceiro terá até 30% de nova empresa
Estádio do Dragão (foto: FC PORTO)

SAD do FC Porto revela que novo parceiro terá até 30% de nova empresa

NACIONAL02.04.202420:13

Novo comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários diz que acordo é para fechar este mês

A SAD do Futebol Clube do Porto comunicou hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que pretende assinar o contrato com a empresa internacional para as áreas de receitas comerciais «diretamente relacionadas com o Estádio do Dragão» ainda este mês.

Refira-se que a CMVM suspendeu hoje a negociação das ações da SAD azul e branca e logo depois a Administração liderada por Pinto da Costa revelou que o contrato será registado «de imediato e pelo valor global (entre os 60 e 70 milhões de euros) nas contas da sociedade (...) ainda que o pagamento possa não ser feito de forma integral no momento da assinatura».

A SAD frisa ainda, em comunicado, que a parceria implica que a empresa internacional venha a ter uma participação de até 30% «numa nova empresa que terá como objeto a exploração das receitas comerciais diretamente relacionadas com o Estádio do Dragão, sendo as mais relevantes o 'Corporate Hospitality', a bilhética, o Naming do estádio e outras ainda em negociação.

«A empresa parceira do FC Porto irá receber uma parte, previsivelmente 30% a título de dividendos, do resultado gerado pelos referidos negócios, com total partilha de risco, dos quais se esperam um significativo crescimento, dada a experiência internacional que o parceiro irá aportar à estrutura comercial do Grupo FC Porto».

Relativamente a um «possível novo financiamento», a SAD indica estar ainda em fase de negociação. A comunicação dos dragões à CMVM ocorre na sequência da suspensão da negociação das ações por parte do supervisor dos mercados após uma entrevista do presidente da SAD portista, Pinto da Costa, difundida ontem à noite na SIC.