Roger Schmidt: «Sofremos muito no final»
Roger Schmidt (Foto: Atlantico Press)

Roger Schmidt: «Sofremos muito no final»

NACIONAL17.12.202323:18

Técnico alemão considera que foi um jogo difícil para as águias, mas vê no Benfica um justo vencedor

O Benfica derrotou o SC Braga por 1-0 e assumiu a liderança do campeonato. Em declarações à Sport Tv após o apito final, o treinador das águias considerou que foi um jogo difícil que obrigou a equipa benfiquista a defender mais que o habitual, mas que o Benfica mereceu ganhar.

«Hoje foi uma vitória diferente para nós, tivemos de sofrer muito no final, tivemos de lutar e trabalhar muito. O Braga tentou tudo para empatar. Conseguiram criar muitas jogadas ofensivas. Foi um jogo difícil para nós, o Trubin defendeu algumas boas bolas. Talvez pudéssemos ter decidido o jogo antes, tivemos uma boa oportunidade logo a seguir ao intervalo, mas no final foi um jogo muito disputado. Parabéns à equipa», disse o técnico alemão.

Roger Schmidt disse ainda que o jogo teve duas partes diferentes: «Assistimos a duas partes diferentes. Na primeira parte estivemos muito bem na posse de bola, nas transições e na pressão, marcámos um bom golo e depois tivemos momentos de topo no ataque. Conseguimos evitar que eles marcassem. A segunda parte foi um pouco diferente, eles pressionaram muito e nós tivemos de defender muito e bem. Os nossos defesas centrais e médios tiveram de trabalhar muito, os avançados tiveram de os apoiar. Foi um bom desempenho e conseguimos manter a baliza a zero.»

O Benfica ganhou todos os jogos contra as equipas mais bem classificadas na Liga (Sporting, FC Porto, SC Braga e Vitória de Guimarães), e Roger Schmidt é da opinião que essas vitórias mostram a fibra da equipa encarnada: «Conseguimos jogar ao nosso melhor nível nestes encontros. São sempre jogos difíceis; todas as equipas estiveram muito bem, mas, no final, fomos nós a equipa que mereceu ganhar os jogos. É um bom momento para nós, infelizmente perdemos alguns pontos noutros jogos, mas ainda estamos a meio da época.»

Questionado sobre a influência das férias de Natal, Roger Schmidt brincou com a questão: «Quinta-feira, temos um jogo para a Taça da Liga, que levamos a sério. Depois é Natal, mas em Portugal não há pausa!»

Por fim, o técnico foi convidado a partilhar que resultado prefere que saia do clássico de amanhã entre Sporting e FC Porto, mas Schmidt foi contudente: «Nunca respondo a este tipo de perguntas, o importante é que ganhámos.»