Pedro Moreira quer Casa Pia audaz em Chaves: «É importante ser ambicioso»
O treinador Pedro Moreira dirige instruções à equipa do Casa Pia em jogo pela Liga de futebol. Foto: Odyssey/Imago.

Pedro Moreira quer Casa Pia audaz em Chaves: «É importante ser ambicioso»

NACIONAL16.12.202321:09

Técnico dos gansos pretende que a sua equipa aborde a deslocação a Trás-os-Montes com ambição de forma a alcançar o triunfo e afastar-se de lugares perigosos da classificação da Liga

Na conferência de imprensa de antevisão à deslocação ao reduto do Desportivo de Chaves, o técnico do Casa Pia, Pedro Moreira, salientou a importância de dar continuidade ao trabalho desenvolvido nas últimas semanas que ao nível dos resultados foi interrompido pela derrota no Dragão, ante o FC Porto, na jornada anterior, e enfrentar o embate com os flavienses com ambição.

«Acima de tudo, há que acreditar nas ideias da equipa técnica e no que pretendemos fazer. Torna-se importante criar esta capacidade de em todos os jogos ser-se ambicioso para conquistar os três pontos e vamos atrás deles neste próximo fim-de-semana», garantiu, pronto para o desafio e convicto de que a semana de trabalho permitiu identificar – e debelar – insuficiências no sentido de voltar à conquista de pontos, em concreto os três que irão estar em disputa.

Relativamente a pontos a melhorar no seu conjunto, Pedro Moreira assumiu hoje que a maior «dificuldade» dos lisboetas tem passado por «jogar sob pressão», mas prognostica que o Casa Pia irá apresentar uma capacidade ainda maior nesse domínio já este domingo, perante o Desportivo de Chaves.

«A grande dificuldade que possivelmente esta equipa teve foi jogar sob pressão, sair dos momentos de pressão que o adversário cria. É algo em que temos de insistir e trabalhar, no jogo contra o FC Porto foi claro e sentimo-lo também, e o que sinto é que estamos cada vez mais capazes», assinalou, tomando como exemplo prático vários dos momentos positivos que a equipa apresentou no Dragão, apesar de não ter conseguido evitar a derrota.

«Apesar de na última semana termos tido essa dificuldade, também digo que sinto que em certos momentos da segunda parte, mesmo quando o FC Porto queria fazer essa pressão nós conseguimos sair dela com mais qualidade», considerou, antes de se pronunciar de forma mais concreta sobre o adversário que terá pela frente no presente fim-de-semana, que divide o último lugar com o Arouca…mas somente a três pontos do Casa Pia.

Com essa realidade em mente, o técnico do emblema de Pina Manique assinala a especial atenção dos seus comandados a valores como Hector Hernández, melhor marcador do Chaves…mas não só. «Não só a ele, como também aos outros, como é natural. No caso, com o Jô, o Hector…é uma realidade que é um jogador muito perigoso e muito importante no momento ofensivo da equipa”, identificou, ciente do que o espanhol pode aportar ao futebol dos flavienses.

Pedro Moreira anunciou, por fim, duas novidades na convocatória casapiana para o desafio em Trás-os-Montes, ambas após lesão, mais precisamente de Telasco Segovia e Rafael Brito, sendo que o último entrará pela primeira vez nos eleitos desde que assinou pelo clube lisboeta no início da época. Em sentido contrário, André Geraldes está em dúvida devido a problema físico contraído num treino, devendo ser rendido por Gaizka Larrazabal na ala direita dos gansos.

Mudanças que o técnico espera que possam tornar o Casa Pia mais forte e a colocar em prática aquilo que ambiciona para a sua época. “O que esperamos é que com trabalho, dedicação e o que temos feito ao longo da semana, possamos comprovar o que queremos em momentos do jogo e puxar para nós o que é o nosso grande objetivo», propôs, entusiasmado, o treinador.