Os destaques do Farense: Velho voltou a ser decisivo

Os destaques do Farense: Velho voltou a ser decisivo

NACIONAL16.12.202300:46

Guarda-redes não teve quase nenhum trabalho, mas evitou a derrota da sua equipa com uma defesa de grande classe.

MELHOR EM CAMPO Ricardo Velho (Farense) (7)

Entre os guarda-redes, seria feita a escolha do melhor em campo e a decisão recaiu em Ricardo Velho pela dificuldade da defesa que efetuou aos 81 minutos, quando evitou em cima da linha o golo certo, com uns reflexos espantosos e só ao alcance dos predestinados. Não teve tanto trabalho, mas acabou por ser decisivo.

FARENSE

A exibição não deslumbrou, mas não faltou entrega e dedicação de toda a equipa, que lutou do princípio ao fim. Atrás, os laterais Pastor, no lado direito, e Talocha, no esquerdo, não foram tão interventivos no apoio ao ataque como costumam ser, e mostraram mais serviço a defender. Gonçalo Silva, com um corte decisivo aos 83 a impedir que Regis Ndo concluísse com a baliza aberta esteve melhor em missão defensiva, ao invés de Muscat, que se mostrou mais nas situações de bola parada ofensiva, ficando perto de marcar aos 55, num remate de trivela, na sequência de um desvio de Mattheus Oliveira à barra. O médio brasileiro não esteve tão em evidência como nos encontros anteriores, mas deixou o seu perfume técnico em algumas iniciativas. No ataque, Bruno Duarte foi o mais ativo e viu Wagner Pina negar-lhe festejos, num cabeceamento mortífero. Belloumi e Marco Matias, tiveram poucas oportunidades para esticarem o jogo pelos corredores.

As notas dos jogadores do FarenseRicardo Velho (7), Pastor (6), Gonçalo Silva (6), Muscat (6), Talocha (6), Falcão (5), Vítor Gonçalves (5), Mattheus Oliveira (6), Belloumi (5), Bruno Duarte (6), Marco Matias (5), Fabrício Isidoro (5), Rui Costa (5), Rafael Barbosa (5) e Elves Baldé (5)