Jogador que disputou Mundial do Catar condenado por partir crânio de um homem
Ilias Chair, médio do Queens Park Rangers (IMAGO / AFLOSPORT)

Jogador que disputou Mundial do Catar condenado por partir crânio de um homem

INTERNACIONAL24.02.202408:36

Ilias Chair, médio marroquino do Queens Park Rangers, negou a acusação, mas foi identificado como autor da agressão. Episódio aconteceu na Bélgica, em 2020

Ilias Chair, que fez parte da lista de convocados de Marrocos no Mundial do Catar e somou 45 minutos de utilização – não saiu do banco frente a Portugal, nos quartos de final –, foi condenado a um ano de prisão e ainda a multa de 15 mil euros por partir o crânio de um homem com uma pedra durante uma discussão. O episódio aconteceu na Bélgica, em 2020.

Além do médio do Queens Park Rangers, de 26 anos, outros dois homens também foram considerados culpados e condenados a seis meses e um ano de prisão, respetivamente. Ilias Chair negou a acusação, mas foi identificado como autor da agressão.

O futebolista vai recorrer da decisão. Em comunicado, o QPR apontou estar em contacto com a equipa jurídica do seu jogador, realçando que o processo judicial ainda não chegou ao fim.